Câmara de vereadores suspende atendimentos até 30 de abril

Atendendo ao Decreto Municipal que declarou situação de emergência no município, a Câmara Municipal de Botucatu editou na última sexta (20/03) uma Portaria suspendendo os atendimentos presenciais até dia 30 de abril.

Na sexta, também, a Casa suspendeu a sessão ordinária que aconteceria nesta segunda-feira (23/03) e semanalmente a Mesa avaliará a realização ou não das próximas sessões ordinárias. As medidas têm o intuito de reduzir, no período de emergência, o fluxo e a aglomeração de pessoas nas dependências da Câmara Municipal.

Atendimentos e protocolos diversos que venham de outros órgãos e que sejam necessários e/ou urgentes serão submetidos mediante controle de acesso ao prédio.

Os servidores trabalharão de maneira remota (teletrabalho) para manter as rotinas do Legislativo, acessando os sistemas operacionais a partir de suas casas. Mesmo com a porta principal fechada, das 8 às 11 e das 13 às 17 horas uma equipe bem reduzida executará as tarefas que não forem possíveis por teletrabalho.

“São medidas temporárias, que constantemente reavaliaremos de forma a colaborar com o esforço coletivo da nossa cidade para conter a pandemia. Temos que enfrentar de maneira prudente e eficaz esse momento único”, informou a diretora administrativa da Casa, Silmara Ferrari de Barros.