Botucatuenses voltam para a segunda prova do Enem neste domingo, 11; haverá reforço em linhas de ônibus

Neste domingo, 11, milhares de alunos em Botucatu farão o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio). Desta vez serão aplicadas questões de ciências da natureza e matemática. Para resolvê-las, os candidatos terão cinco horas, 30 minutos a menos do que no domingo passado, dia da primeira fase.

Em Botucatu, como foi no último domingo, 04, serão milhares de estudantes entre o sistemas público e privado de educação. Somente das escolas públicas estaduais de Botucatu são mais de 1,5 mil alunos.

O fechamento dos portões nas escolas de Botucatu será às 13 horas. Vale lembrar que já estamos no horário de verão. Você ainda não sabe sua escola em Botucatu? Acesse a página do participante aqui.

Reforço nas linha de ônibus em Botucatu novamente 

Para atender estudantes que participarão da prova do Enem, as empresas de ônibus montaram um esquema especial para chegar aos locais de prova mais distantes, como a Faculdade ITE. Para este itinerário haverá reforço especial do transporte coletivo com as seguintes linhas deslocando-se até a FATEC e ITE:

Linha 104 – SESI / JD. Bandeirantes

Para chegada no local de prova: Previsão de passagem no Jardim Bandeirantes às 10h15 e às 11h30. Previsão de chegada FATEC/ITE às 11 horas e às 12h15.

Previsão para saída da ITE: às 17h15 e às 18h30.

Linha 105 – SESI / Vl. Paulista

Para chegada local de prova: Previsão de passagem às 11h20. Previsão de chegada à FATEC/ITE às 12h05.

Previsão para saída da ITE: às 18h20.

Notas

As notas obtidas no Enem serão depois usadas pelos candidatos em um sistema do governo federal, o Sisu, que é a principal forma de acesso para vagas na rede pública de ensino superior. As notas também são aceitas em 27 instituições de Portugal. Para o Ministério da Educação (MEC), é a segunda maior prova do tipo no mundo, só perdendo para o “gao kao”, prova de admissão ao ensino superior da China, com 9 milhões de candidatos.

O exame é dividido em dois fins de semana consecutivos, ao invés de um fim de semana com as duas provas. Em 2018, as provas serão nos dias 4 e 11 de novembro. Neste primeiro dia, domingo (4), o candidato terá a redação e 90 questões de linguagens e ciências humanas. O segundo dia, com a prova de exatas, será no domingo seguinte (11), e terá 30 minutos a mais de duração.

Documentos para levar

A presidente do Inep, Maria Inês Fini, alerta os candidatos que farão o Enem de que não poderão usar identidades digitais. Isso porque haverá três checagens de identidade e uma delas ocorrerá durante a prova, quando o uso do celular é proibido. “Não leve essa única prova de identidade porque dentro da sala de aplicação de prova, ela não poderá ser utilizada”.

Os documentos válidos são as carteiras de Identidade expedidas por secretarias de Segurança Pública, pelas Forças Armadas, pela Polícia Militar e Polícia Federal; Carteira de Trabalho e Previdência Social; passaporte; Carteira Nacional de Habilitação, com fotografia e identidade funcional. Outros documentos específicos podem ser consultados na página do Enem.

Além dos documentos obrigatórios, é aconselhável que os estudantes levem para o exame o Cartão de Confirmação de Inscrição impresso. No cartão constam o local de prova do estudante, além da opção de língua estrangeira escolhida e, se for o caso, atendimento específico ou especializado solicitado.

O cartão pode ser acessado na Página do Participante ou pelo aplicativo do Enem 2018, disponível para download na App Store e na Google Play. É preciso informar o CPF e a senha cadastrada na inscrição.

Os estudantes poderão levar também a Declaração de Comparecimento impressa para assinatura do chefe de Sala, caso precise do documento para justificar, por exemplo, falta no trabalho. A declaração está disponível também na Página do Participante.