Botucatu tem cachoeiras e pontos de lazer abertos ao público neste Carnaval; confira

Geral
Botucatu tem cachoeiras e pontos de lazer abertos ao público neste Carnaval; confira 27 fevereiro 2022
Foto André Godinho

Estamos vivendo o feriado prolongado de Carnaval e com dias muito quentes. Muitas pessoas tiram os dias para descansar ou mesmo para se distrair com em pontos naturais de Botucatu. A cidade recebe nesse período um grande número de turistas e visitantes que procuram esses atrativos naturais.

Botucatu conta com cerca de 90 cachoeiras catalogadas, porém, a maioria encontra-se em área particular e além dos proprietários não permitirem a visitação, muitas oferecem caminhos e trilhas perigosas. Mesmo assim, ainda temos pontos públicos ou com acesso liberado.

O Acontece Botucatu, com base nos dados da Secretaria Adjunta de Turismo, lista os locais abertos ao público. Lembrando que a lista contém apenas locais em áreas públicas ou que estão em áreas particulares, mas oficialmente estão abertos ao público mediante cobrança ou não. Não listamos a Cachoeira Véu de Noiva, que está fechada por conta das obras da Represa.

Parque Natural Municipal Cachoeira da Marta

Divulgação internet

Ela foi reaberta em 16 de dezembro e está entre os locais mais bonitos de todo o Polo Cuesta. Seu acesso de dá pela Rodovia Marechal Rondon (sentido serra). A distância a partir do centro de Botucatu é de aproximadamente 7km.

O local conta com uma trilha que leva diretamente à cachoeira e foi produzida com piso intertravado em seu início, e com madeira no trajeto de chegada à piscina natural formada pela cachoeira.

Ao todo são 500 metros de descida/subida, com altimetria de 23 metros; é cercada por corrimãos de madeira para garantir a segurança de turistas, e também possui banco para descanso. Placas também foram instaladas para orientação aos visitantes.

O Parque da Cachoeira da Marta também conta com um estacionamento próprio para a utilização dos visitantes. São aproximadamente 30 vagas para carros e motos.

Por se tratar de uma UC (Unidade de Conservação Integral) foram feitos estudos como o de capacidade de carga, que estipula quantos visitantes o parque pode receber de modo sustentável.  Nesse estudo, foi estimado que 250 pessoas podem visitar a cachoeira por dia.

O horário de visitação do parque será das 9 às 17 horas, com entrada permitida até às 16 horas. A Prefeitura está implantando um voucher gratuito para a visitação, que nos primeiros meses funcionará em modo teste, orientando os turistas e visitantes e realizando um cadastro prévio para o ingresso ao parque. Esse voucher está disponível no site da prefeitura e também na recepção do parque, podem ser acessado pelo link http://189.1.152.34:8080/calendar/index.php

Da mesma forma, foram instituídas normas para a visitação do Parque, que serão fiscalizadas pelos profissionais da Secretaria de Educação e Secretaria do Verde, que atuarão no local em todos os dias de funcionamento.

Dentre as principais normas estão a proibição do consumo de bebidas alcoólicas, cigarros e afins; consumo de alimentos no percurso da trilha; uso de qualquer tipo de aparelho sonoro; entrada de animais domésticos; e uso de churrasqueiras. Em toda a extensão do Parque será obrigatório o uso de máscara e tráfego de pessoas somente pelas trilhas, seguindo as placas de sinalização e advertência.

O Parque receberá a visita constante do Grupo de Proteção Ambiental da Guarda Civil Municipal.

Cachoeira da Indiana- Área Particular (entrada pública)

Foto Prefeitura de Botucatu

Uma das mais famosas de Botucatu. Fica localizada no Vale da Indiana, com acesso pela Rodovia Geraldo Biral (não pavimentada), a estrada atrás do Ginásio Municipal.

Trata-se de um local particular, mas com acesso permitido ao público. Distância: 7,7 km do centro da cidade (a partir da Catedral).

Recursos naturais: Cachoeira de 15m de altura com lagos para banho e escorregador natural. O acesso é feito por trilha em mata natural com dificuldade de nível médio.

Infraestrutura: Restaurante “Espaço Indiana”, a 1 km de distância, aberto todos os finais de semana e feriados, serve comida caipira, estacionamento e sanitários são disponibilizados.

Funcionamento: Todos os finais de semana das 8 às 18h, entrada gratuita.

Cachoeira da Pavuna- Área Particular (entrada com cobrança)

Foto: Marcelo Moreira

Seu acesso é feito pela Rodovia Marechal Rondon km 256 (em frente ao pedágio, sentido Botucatu- São Manuel). A taxa para visitar o parque custa R$ 10 por pessoa, segundo divulgado pelo site Descubra Botucatu.

Distância: 10 km do centro da cidade (Catedral)

Recursos Naturais: Lago de 250 metros de extensão por 100 m de largura para banho, 4 cachoeiras (com quedas de 20m, 40m, 60m e 80m). Possível a prática de turismo de aventura como cachoeirismo e canoagem sob agendamento e monitoramento de agência de turismo receptivo.

As trilhas de acesso para as cachoeiras são de nível médio e difícil.

Infraestruturao: Todos os dias das 7 às 17h.

Entrada: R$ 10,00 por pessoa- apenas em dinheiro, não há máquina de cartão.

Rio Bonito – Área Pública

O acesso ao bairro se dá no entroncamento entre as Rodovias Vicinal Alcides Soares e SP-191, Geraldo Pereira de Barros. Todo cuidado é pouco neste cruzamento.

Distância: 30 km de Botucatu (a partir da Catedral)

Recursos Naturais: Bairro rural com casas de veraneio, contempla a represa do rio Tietê, orla com decks, playground e academia ao ar livre é um espaço próprio para banho e contemplação da natureza, é possível alugar casas, passeio em barco, remo em caiaque e stand up paddle sob agendamento e monitoramento de agência de turismo receptivo.

Uma dica bacana. O navegador Ruy Pirré faz passeios maravilhosos com seu barco Dom Peixito. Basta procurá-lo na área mais central do balneário ou pelo telefone (14) 99729-8592.

Infraestrutura: Banheiro, lanchonete, estacionamento, sinalização, orla para caminhada e ciclovia.

Funcionamento: Todos os dias, 24 horas.

Entrada: Gratuita.

Poucos quilômetros depois, via SP-191, o bairro da Mina também recebe turistas em sua lagoa e também nas margens do Rio Tietê.

Contato: (14) 3811 1492/ (14) 3811 1490 Secretaria Adjunta de Turismo

A importância do monitoramento

Atualmente algumas agências de turismo operam em Botucatu, cada uma com seu segmento. Toda e qualquer atividade em natureza tem seus riscos e por isso é importante a consciência do visitante.

Em todos estes locais é possível levar o próprio lanche, mas também é muito importante que nada seja deixado no local. Entenda que todo o lixo deve voltar com o visitante.

Prevenção ao afogamento

Nunca deixe uma criança sozinha. O adulto responsável tem que manter atenção 100% e nunca se afastar além da distância de 1 braço da criança.

A maior segurança é a atenção, supervisão e vigilância total na criança. Para aqueles que gostam de pescar utilizando embarcações, jamais entre nelas sem utilizar o colete salva vidas.

Nos rios, não nade afastado da margem e não entre saltando de cabeça em local raso ou que você não conhece a profundidade.

Se estiver em rios ou cachoeiras, fique atento ao perceber que o volume de água está aumentando, mudando de coloração ou de velocidade. Pode ser uma cabeça D’água, que é uma enchente repentina que pode arrastar e afogar os banhistas. Saia imediatamente e procure um local mais alto para se proteger.

Se ingerir bebida alcoólica ou alimentos em demasia não entre na água.

Água no umbigo sinal de perigo.

Você é o maior responsável pela sua segurança!!!

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento