Barreiras são reforçadas em local de cratera na Rondon em Botucatu

Foto Acontece Botucatu

Após o terceiro acidente na cratera aberta no km 258 da Marechal Rondon em Botucatu, a Concessionária Rodovias do Tietê reforçou ainda mais a sinalização para evitar novos acidentes. No último sábado, 29, José Rodrigo Mauruto, 38 anos, perdeu o controle de seu caminhão e caiu no buraco aberto após a chuva 10 de fevereiro. Ele faleceu no HCFMB um dia depois.

A sinalização começa um quilômetro antes, com placas, painéis eletrônicos e cones. Antes da cratera há barreiras de terra, que foram reforçadas após o último acidente.

A Rodovias do Tietê, que administra o trecho, informou também que colocou sonorizadores no local para alertar os motoristas. Apesar da intensificação do alerta, motoristas afirmam que durante a noite a sinalização não é suficiente para a visibilidade.

Foto Rodovias do Tietê

As equipes da Concessionária trabalham na conclusão de um novo desvio. A passagem sobre o canteiro central está quase concluída e pode minimizar o trânsito no local. Hoje o desvio é feito pelo trevo de Toledo, alvo de críticas por usuários da rodovia, especialmente nos chamados horários de pico.

A liberação desse novo desvio dependia de autorização da Artesp, Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo. Os trabalhos devem ser finalizados esta semana.

Mortes

O motorista José Rodrigo Mauruto foi socorrido no sábado após o acidente por uma unidade avançada do SAMU até o Hospital das Clínicas, mas não resistiu e morreu no domingo. Seu caminhão, com placas de Tupã, estava carregado com diversos gêneros alimentícios.

Essa é a terceira morte no mesmo local. Relembre.

Dia 10/02 – Epaminondas Macedo Souza, 50 anos, caminhoneiro que passava pelo local no momento em que a cratera se abriu

Dia 24/02 – Talison Camilo da Silva Oliveira, de 29 anos, motorista de um ônibus que perdeu o freio e caiu na cratera

Dia 01/03 – José Rodrigo Mauruto, motorista de caminhão.