Avião feito em Botucatu é destaque na Agrishow 2019

A Embraer participa da Agrishow 2019, o maior evento do agronegócio brasileiro, apresentado a mais recente versão do Ipanema, o avião agrícola mais popular do Brasil. O modelo se destaca por ser movido a etanol, o que garante menores custos em relação ao combustível de aviação.

Utilizado principalmente na pulverização de fertilizantes e defensivos agrícolas, o Ipanema se destaca nas operações em regiões com terrenos irregulares, sendo também utilizado em atividades de semeadura, controle de vetores e larvas, combater incêndios e povoação de rios. Atualmente o Ipanema detém 60% de participação no mercado brasileiro, tendo atingido a marca histórica de 1.400 unidades comercializadas.

A mais recente versão, o Ipanema 203, foi lançado em 2015, possui maior envergadura com 13,30 metros, hooper (compartimento onde são armazenados os componentes agrícolas) com capacidade para 1.050 litros em volume e altímetro laser que realiza a medição exata da altura do avião em relação ao solo. O equipamento permite ao piloto saber a altura ideal de pulverização, fator decisivo para a eficiência da aplicação. Além disso, o avião possui controle de vazão e abertura e fechamento automático dos bicos de pulverização por meio do sistema de DGPS – GPS diferencial.

“O protagonismo do agronegócio na economia nacional impacta positivamente outros setores, como a indústria aeronáutica. Ao longo da sua história, a Embraer esteve presente nesse setor com produtos de alta tecnologia, fortalecendo a agricultura de precisão. A Embraer é líder no mercado de aviação agrícola ao longo de décadas e reforçou recentemente seu compromisso com o setor por meio do lançamento do Ipanema 203”, diz Alexandre Solis, diretor da Unidade Produtiva da Embraer de Botucatu, onde a aeronave é fabricada.

Os winglets foram reprojetados e tem como objetivo evitar a turbulência nas pontas de asas que interferem na qualidade da pulverização. Com os novos dispositivos, foi possível aumentar o controle e melhorar a eficiência da pulverização, atingindo uma faixa de até 24 metros. A aeronave conta com novo sistema de ar-condicionado, cinto de segurança com airbag e cabine mais alta, com novo conceito ergonômico. Também foram instaladas novas alavancas de comando e os pedais, com ângulos mais suaves, que permitem controles mais precisos.

Com Aero Magazine e DefesaNet