ARTESP e Concessionárias intensificam alertas sobre direção segura durante neblina

Os meses de junho a setembro – época de inverno e dos dias mais frios do ano – são marcados pela maior incidência de neblinas, muito comuns na madrugada e nas primeiras horas da manhã.

Com o aumento de 56% dos acidentes em situação de neblina nos primeiros cinco meses deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado (em que pese o percentual de aumento neste ano ser resultado de um índice menor de isolamento em função da pandemia do que no segundo trimestre de 2020), a ARTESP- Agência de Transporte do Estado de São Paulo e as 20 concessionárias das rodovias paulistas vão realizar ações de reforço de comunicação junto aos motoristas, para instruí-los a dirigir com segurança nestes casos.

A partir deste mês de junho, é promovida a campanha de alerta sobre o período de ocorrência de neblina nas rodovias, com a instalação de faixas nos trechos com maior incidência e mensagens de atenção aos usuários, veiculadas nos Painéis de Mensagem Variável (PMVs) das concessionárias, orientando o motorista a dirigir com prudência, como:

-Neblina: com neblina, reduza velocidade

-Trecho com neblina; redobre atenção e use faróis baixos

-Em caso de neblina: mantenha distância do veículo à frente

Além dos painéis, as concessionárias contam com seus Centros de Controle Operacional (CCOs) e acompanham remotamente as condições de tráfego nas rodovias, com a utilização de recursos e equipamentos de monitoramento (câmeras, estações meteorológicas, inspeções de tráfego, entre outros). Podem, assim, atuar rapidamente para mitigar os impactos dos fatores climáticos no tráfego.

“Atenção redobrada e prudência na pista são fundamentais durante o período de neblinas. Com o objetivo de orientar e alertar os motoristas sobre como dirigir nestas situações, a ARTESP e as concessionárias estarão atentas e tomarão medidas para garantir a segurança daqueles que utilizam diariamente as rodovias paulistas”, explica Milton Persoli, diretor geral da ARTESP.

O que fazer em caso de neblina?

Antes de pegar estrada, o motorista deve checar as condições do veículo, principalmente lanternas, faróis e palhetas do limpador de para-brisa. Redobre a atenção:

A velocidade máxima permitida na rodovia é determinada para o tráfego em condições normais. Sob neblina, é recomendável trafegar com a velocidade reduzida;

Não acione o pisca-alerta em situações de trânsito com pouca visibilidade e tráfego lento. Ele só deve ser acionado com o veículo parado, preferencialmente em uma área segura;

Mantenha distância segura do veículo à frente;

Acenda os faróis baixos – tanto de dia quanto à noite. Já o farol alto, independente do horário, dificulta a visibilidade pela grande dispersão de luz emitida sob neblina;

-Use a pintura de faixa da pista como referência do caminho a seguir;

-Deixe a janela aberta, ainda que parcialmente, para ouvir eventuais sinais sonoros;

-Deixe o para-brisa limpo;

-Nunca pare na pista.

-Atendimento ao usuário

Em caso de necessidade de parada, seja pela neblina intensa, ou alguma emergência, as rodovias sob concessão da ARTESP contam com 88 Bases Operacionais e 114 Postos SAU (Postos de Serviço de Atendimento ao Usuário), que operam 24 horas por dia, auxiliando em emergências médicas ou mecânicas, além de oferecer pontos de parada. Os atendimentos emergenciais gratuitos são executados pelas concessionárias e estão previstos nos editais de concessão.