Após reestruturação, funcionários da Embraer retomam ao trabalho nesta segunda-feira

Os 16 mil funcionários da Embraer no Brasil retornam ao trabalho nesta segunda-feira (27) após a empresa concluir a segregação da aviação comercial, que está em negociação com a Boeing, da aviação executiva e defesa. A divisão comercial passa a atuar com estrutura independente, mas ainda sob controle da Embraer.

Em Botucatu são aproximadamente 1800 funcionários. Na última terça (21), os funcionários voltaram das férias coletivas de 15 dias para conhecer as novas instalações e funções, mas a empresa decidiu estender o período com mais três dias de folga com licença remunerada para que pudesse concluir as implantações e testes dos sistemas.

A Embraer negocia com a Boeing a criação de uma joint venture que englobará o braço de aviação comercial da fabricante brasileira. O negócio ainda depende do aval de órgãos como a Comissão Europeia e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Na prática, com a segregação da área comercial, o setor já vai operar com sistemas independentes e com efetivo dedicado ao futuro novo negócio, que ainda depende de aprovação de órgão internacionais. A expectativa é que o acordo seja concluído neste ano.

Em nota, a Embraer informou que os testes e implantação de sistemas foram concluídos e que as duas empresas já estão operacionais para o desenvolvimento das suas funções.

Com informações do G1