Após credenciamento, exames de COVID-19 do Hemocentro do HCFMB não precisam mais de contraprova

O Hemocentro do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu (HCFMB) foi oficialmente credenciado pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo para a realização de exames de diagnóstico de COVID-19 na manhã de ontem, 2. A certificação oficial do Hemocentro do HCFMB foi publicada no Diário Oficial pelo Secretário de Saúde do Estado, José Henrique Germann.

Com isso, os testes realizados no Laboratório de Biologia Molecular do Hemocentro não precisarão mais de contraprova feita pelo Instituto Adolfo Lutz. A técnica utilizada será a de PCR em tempo real, para detecção do vírus (RT-PCR), método que detecta o material genético do vírus.

O Superintendente do HCFMB, Dr. André Balbi, afirma que a habilitação oficial do laboratório do Hemocentro é essencial na luta do HCFMB contra o coronavírus. “Somos referência no tratamento de casos graves de COVID-19 na nossa região. Nosso Hemocentro está devidamente estruturado para realizar este trabalho tão importante na contenção da epidemia, melhorando muito as condições de tratamento para os pacientes internados”, disse.

A professora Rejane Maria Tommasini Grotto, que atua na coordenação do projeto no Hemocentro do HCFMB, diz que Esta é uma grande conquista para o HC e a FMB. “Integrando agora a Plataforma de Laboratórios autorizados para realização do diagnóstico do COVID-19, ganharemos em agilidade fornecendo informações que podem apoiar a decisão clinica dos casos”, finaliza.

Critérios para testagem

Os critérios para a realização de testes na população em geral, após a testagem do grupo prioritário (internados graves e profissionais da saúde) serão os seguintes:

1 – Pessoas com sintomas gripais, que tiveram contato próximo com casos confirmados ou suspeitos de COVID-19;

2 – Pessoas com sintomas gripais, que pertencerem ao grupo de risco (idoso ou com doenças crônicas).

 

Fonte: Núcleo de Imprensa do HCMB