ANTT aprova prorrogação de concessão das ferrovias paulistas por mais 30 anos

Aquivo Acontece Botucatu

A Agência Nacional de Transportes Terrestre (ANTT) aprovou a proposta de prorrogação antecipada por mais 30 anos da concessão da rede de ferrovias Malha Paulista para a empresa de logística Rumo. A concessão, que expiraria em 2028, agora poderá se estender até 2058.

Após a aprovação da ANTT, a proposta de renovação antecipada da concessão está, atualmente, sob análise do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPAC). Após a manifestação da pasta, o projeto seguirá para o Tribunal de Contas da União (TCU). O tribunal tem um prazo de 75 dias para análise do documento, acrescidos de 15 dias para o julgamento.

A ANTT informou que, para a renovação da concessão, a Rumo deverá fazer investimentos nas ferrovias em torno de R$ 4,7 bilhões. Segundo a empresa, com os novos investimentos, será aumentada a capacidade de transporte entre Rondonópolis (MT) e Santos (SP) dos atuais 30 milhões de toneladas por ano para 75 milhões de toneladas por ano. Ou seja, um aumento de 150%.

Com Agência Brasil