Setor de alimentação, comércio, shopping e salões de beleza poderão funcionar em Botucatu, segundo o Governo do Estado

Veja onde se encontra Botucatu na divisão de setores

Foto Acontece Botucatu

O governo de São Paulo anunciou no início da tarde desta quarta-feira (27), a prorrogação da quarentena no estado por 15 dias, com flexibilizações progressivas, que serão feitas levando em conta as características de cada município e região.

O plano, denominado pelo governo como “retomada consciente”, prevê cinco etapas. As regiões serão classificadas em fases de acordo com os critérios definidos pela Secretaria Estadual da Saúde e pelo Comitê de Contingência para Coronavírus. Botucatu está inserida na DRS6, regional de saúde com sede em Bauru.

A cor de cada região do mapa é determinada por uma série de critérios, entre eles taxa de ocupação de UTIs e total de leitos a cada 100 mil habitantes. Esses indicadores são avaliados junto com dados de mortes, casos e internações por Covid-19, para determinar a fase em que se encontra cada região. O governo não revelou, no entanto, qual é o peso dado para cada indicador na definição das fases por região.

  • Fase 1, vermelha: alerta máximo, funcionamento permitido somente aos serviços essenciais
  • Fase 2, laranja: controle, possibilidade de aberturas com restrições
  • Fase 3, amarela: abertura de um número maior de setores (Onde se encontra Botucatu)
  • Fase 4, verde: abertura de um número maior de setores em relação à fase 3
  • Fase 5, azul: “Normal controlado” – todos os setores em funcionamento, mas mantendo medidas de distanciamento e higiene

Botucatu está na fase 3, cor amarela, (ver mapa abaixo) na DRS6, regional de saúde de Bauru, que poderá gradativamente reabrir a partir de 01 de junho os seguintes setores da economia:

-Alimentação, com restaurantes, bares e similares

-comércio em geral

-Shopping

-Salões de beleza

As normas do Estado autorizam prefeitos de cidades a conduzir e fiscalizar a flexibilização de setores segundo as características dos cenários locais. Os pré-requisitos para a retomada são adesão aos protocolos estaduais de testagem e apresentação de fundamentação científica para liberação das atividades autorizadas no Plano São Paulo

As regiões serão reavaliadas a cada semana, podendo aumentar ou diminuir o número de setores da economia em funcionamento nas cidades.

Pelo plano, só poderão iniciar a retomada das atividades as cidades que conseguirem preencher os seguintes requisitos:

1-As cidades que tiverem taxa de isolamento de pelo menos 55% –Botucatu teve apenas 43% no último registro.

2-As cidades que tiverem redução no número de novos casos por 14 dias seguidos – Botucatu está testando todos os dias e não há uma estatísticas se o número de novos casos por dia está diminuindo.

3-As cidades que mantiverem ocupação nos leitos de UTI inferior a 60% – Botucatu tem 47% de ocupação no HCFMB e 20% na Unimed.

4-Com manutenção do distanciamento social nos ambientes públicos – Em Botucatu GCM e Vigilância percorrem os locais públicos para fiscalização 

5Uso obrigatório de máscaras – Botucatu distribui 146 mil máscaras para a população 

Em todos os 645 municípios, a indústria e a construção civil seguem funcionando normalmente. A interdição total de espaços públicos, teatros, cinemas e eventos que geram aglomerações – festas, shows, campeonatos etc – permanece por tempo indeterminado. A retomada de aulas presenciais no setor de educação e o retorno da capacidade total das frotas de transportes seguem sem previsão.

Veja o plano completo de retomada apresentado clicando aqui