2º colocado em Olimpíada de Anatomia é aluno da medicina da FMB

 

O aluno do primeiro ano do curso de medicina da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) Lucas Silva Cortes concorreu com estudantes do Brasil e foi o segundo colocado na 2ª Olimpíada de Anatomia promovida pela editora Elsevier Brasil. A iniciativa tem a finalidade de incentivar o estudo de anatomia humana entre estudantes da área da saúde e descobrir jovens talentos.

A Olimpíada foi realizada em cinco fases, sendo todas as etapas eliminatórias. Os estudantes eram submetidos à avaliações online com questões múltipla escolha, em temas de anatomia humana. Os participantes eram classificados pelo número de acertos e o tempo de realização da prova.

Lucas Silva Cortes, durante todas as etapas, teve excelente desempenho e, na última fase, conquistou a segunda colocação entre os dez melhores competidores. “A disciplina de anatomia humana, desde o início do ano, tem chamado muito minha atenção, não só pela riqueza de conhecimentos adquiridos, mas principalmente pela aplicabilidade deles já no início da graduação. Isso possibilita correlações e bases teóricas primordiais para cursar outras disciplinas, para a prática médica segura e responsável de minha formação. Então, participar da 2ª Olimpíada de Anatomia foi mais um estímulo para estudar, avaliar meus conhecimentos e ter a chance de ser premiado”, relata o aluno.

O professor Renato Ferretti, do Departamento de Anatomia do Instituto de Biociências de Botucatu/Unesp (IBB), é um entusiasta e incentivador da participação dos estudantes em concursos que ultrapassam as fronteiras da sala de aula. “Os docentes do Departamento de Anatomia, e demais colegas da Unesp, têm o compromisso primordial de zelar pela excelência no ensino da graduação. Nosso trabalho é promover, com os estudantes, a busca inquieta e constante pelo conhecimento. O esforço e dedicação reflete em conquistas individuais e coletivas. O estudante Lucas Cortes é exemplo que nos enche de orgulho. A conquista merecida do 2º lugar na Olimpíada de Anatomia é fruto da dedicação, inquietação, questionamentos e afinco no processo ensino-aprendizagem. As conquistas dos nossos estudantes reforçam que estamos no caminho correto, do ensino de qualidade e excelência na formação”, disse o docente.

A Unesp, consecutivamente, tem seus estudantes entre finalistas e premiados. Na primeira edição da Olimpíada de Anatomia, em 2016, o estudante Renato Colenci (medicina da FMB) foi o vencedor. Em 2017, com a conquista individual de Lucas Silva Cortes, a Unesp novamente é destaque nacional.