Vôlei de Botucatu poderá participar de competições nacionais em 2021

A Associação Polo Cuesta de Voleibol de Botucatu foi contemplada com o Certificado de Incentivo ao Desporto, CID, que capacita a instituição a captar recursos do ICMS para custeio de equipes da cidade. Presidida atualmente por José Artemio Montanha, a associação passou a buscar o certificado no começo deste ano.

“Após reunião da atual diretoria decidiu-se que era hora de sonhar mais alto, considerando que os polos de iniciação estão consolidados, assim voltar com as equipes de competição regional e estadual e conquistar bons resultados e presentear a cidade com uma equipe de alto rendimento. Em janeiro de 2020 formamos uma equipe capacitada para elaborar um projeto na Lei Paulista de Inventivo ao Esporte e agora fomos contemplados com o CID (Certificado de Incentivo ao Desporto) que proporciona captar recurso do ICMS, junto às empresas locais”, disse o presidente da APCV, José Artemio Montanha.

A diretoria está empenhada em viabilizar recursos com as empresas da cidade que queiram participar do projeto “Botucatu Vôlei”, através da renúncia fiscal do ICMS. Os empresários não terão despesas, sendo necessário apenas o direcionamento de um percentual do valor a ser pago ao estado para a formação da equipe juvenil de vôlei de Botucatu.

“A diretoria da APCV, faz um apelo aos empresários locais que participem deste projeto, considerando que temos um prazo para arrecadar o valor e iniciarmos a formação da equipe”, disse o coordenador técnico Gustavo Nunes Silva.

O projeto

Desenvolvendo projetos sociais desde janeiro de 2008, a ASSOCIAÇÃO POLO CUESTA DE VOLEIBOL- APCV, é uma associação que fomenta o esporte para crianças e adolescentes através do Projeto Vôlei 10.

A iniciativa sem fins lucrativos é vinculada a Prefeitura de Botucatu através do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e busca atender bairros que têm dificuldade no combate à vulnerabilidade social de crianças e jovens. Porém, a iniciativa não é exclusiva à população carente, acolhendo toda a comunidade.

O projeto funciona em escolas, quadras e ginásios no contra turno escolar, acolhendo mais de 200 crianças e jovens de 10 a 18 anos de idade.

Ademais, a iniciativa encaminha alunos que se destacam para outras entidades de Botucatu e região para que possam participar de competições esportivas.

Além da Prefeitura, o Vôlei 10 também é assistido pela Associação Polo Cuesta de Voleibol. Ao longo destes 13 anos a equipe da APCV já representou Botucatu em competições regionais e estaduais, obtendo ótimos resultados.

Para maiores informações pelo e-mail: apcv.volei@hotmail.com ou (14) 99889-3992