Sob muita chuva, Corinthians e Santo André empatam por 1 a 1

Com o resultado, o Timão chegou ao 4º jogo consecutivo sem vitórias

Luan, uma das principais estrelas do Corinthians, sumiu na partida. Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Por Giovanni Luque

Na noite desta quarta – feira (26), pudemos ter, mais uma vez, o retrato de como tem sido o campeonato de Corinthians e de Santo André. De um lado, muita posse, domínio do jogo, mas baixa efetividade. Do outro lado, o famoso bordão “jogar por uma bola” é, realmente, posto à prova, com muita marcação.

Debaixo de (muita) água, a qual fez a Arena Corinthians receber um de seus piores públicos – apenas 17.400 torcedores -, o Timão escapou de perder para o Ramalhão. Estando atrás do placar desde os 27 do primeiro tempo, os donos da casa precisaram buscar o resultado durante toda a partida.

Para se ter uma ideia do contraste entre as equipes que mencionamos no 1º parágrafo, o Corinthians terminou o jogo com 63% de posse de bola e 7 finalizações certas, enquanto os visitantes só finalizaram uma vez. Somente a cabeçada do gol teve o endereço da meta. Se o experiente Fernando Henrique realizou, pelo menos, 3 defesas importantes, Walter apenas tomou chuva e cobrou tiros de meta.

Na 1ª etapa, apenas 2 momentos perigosos do Alvinegro. E os dois não atingiram o alvo. Pedrinho, aos 5 minutos, chutou de fora da área para fora do gol. Aos 15, Gil subiu de cabeça, após cruzamento de Fagner e também cabeceou pra fora. Já o Azulão foi bem efetivo. Na única chance, Ronaldo, artilheiro do Paulistão, aproveitou cruzamento de Ricardo Luz e abriu o placar.

No 2º tempo, Boselli entrou no lugar de Yony González e melhorou o ataque corinthiano. O argentino finalizou uma na trave e, aos 46, aproveitou falha de Fernando Henrique e cabeceou pro gol vazio. Fernando, apesar do erro, é um dos grandes destaques do time de Paulo Roberto Santos, que possui a melhor campanha do Paulista. Já são 19 pontos, 6 vitórias e 79% de aproveitamento.

Se a diretoria comprou a ideia de Tiago Nunes, tem que dar respaldo à ele. São apenas 40% de aproveitamento dos pontos e, conforme me lembrou o meu amigo fisioterapeuta, pivô de basquete e fã do Carille, Murilo Tancler, o Timão tomou gols em todos os 12 jogos que fez em 2020, incluindo as partidas da Florida Cup. É bom tomar cuidado.

Na 9ª rodada, o Corinthians, correndo o risco de ficar na lanterna do grupo, enfrenta o Novorizontino fora de casa. Já o Santo André, líder geral e do grupo do Palmeiras, recebe o Oeste em casa, na próxima