São Paulo vence a Ponte Preta e se isola na liderança do grupo C

Tricolor foi melhor durante quase todo o jogo, mas diminuiu o ritmo e viu a Macaca levar perigo

Pato marcou 3 gols nos últimos 2 jogos. Fonte: Twitter do São Paulo FC – @SaoPauloFC

Por Giovanni Luque

Na tarde deste domingo (1), o São Paulo recebeu a Ponte Preta em jogo válido pela 8ª rodada. E os quase 22 mil torcedores que enfrentaram a chuva no Morumbi puderam assistir a uma interessante partida, mais uma do Tricolor de Fernando Diniz.

Desde os primeiros minutos, os donos da casa demonstraram muita intensidade e capacidade de criar boas chances. Tanto é que o gol saiu bem cedo, logo aos 8 minutos, após Pato aproveitar cruzamento de Pablo pela ponta esquerda. E, além dessa chance, o Tricolor teve algumas outras durante a 1ª etapa.

Com menos de 1 minuto, Pato exigiu defesa de Ivan no confronto direto. Aos 24 e aos 26, Vitor Bueno finalizou para fora. Aos 29, dois ataques em sequência: No 1º, Pablo cabeceou e Ivan foi buscar; na continuação do lance, Pato cabeceou para fora. Aos 39, outra finalização pra fora, dessa vez de Igor Gomes. Depois de tantas pra fora ou bloqueadas, uma entrou. E foi com uma pancada de Reinaldo, no finalzinho, após lindo passe de Vitor Bueno.

No 2º tempo, o jogo pareceu que se encaminharia para uma goleada. Em menos de 10 minutos, Pato chutou muito perto do gol, Ivan fez 3 milagres em finalizações de Pablo e Igor Gomes e o lateral Yuri, da Ponte, foi expulso. Com um homem a mais, era questão de tempo pro Tricolor marcar mais. Certo?

Errado! De uma hora para outra, o jogo perdeu intensidade, os mandantes recuaram e a Ponte, inclusive, marcou um gol. Dawhan fez boa jogada pela direita, aproveitou falha de Tiago Volpi e, na dividida com Arboleda, empurrou a bola pro gol. Para quem vai disputar Libertadores e almeja títulos nessa temporada, equilíbrio nos dois tempos é essencial!

Destaques da partida vão para as substituições do lado direito, Pablo e Igor Vinícius, que renderam bem e não deixaram cair o ritmo dos titulares Antony e Juanfran. Além disso, o craque “invisível” Dani Alves fez mais uma excelente partida. Ele foi o melhor em passes certos (111); cruzamentos certos (4) e desarmes (4).

No próximo domingo, o São Paulo vai até Ribeirão Preto enfrentar o Botafogo. Antes disso, na quinta feira, tem a estreia da Libertadores, contra o Binacional lá no Peru. Já a Ponte Preta, correndo risco de rebaixamento, volta a Campinas para receber o RB Bragantino.