Santos é derrotado dentro da Vila e está fora do Paulistão

Com um jogador a menos desde o 1º tempo, Peixe sofreu a virada com falhas de Vladimir

Ponte Preta surpreende e elimina o Santos na Vila Belmiro – Twitter oficial da Ponte Preta @aapp_oficial

Por Giovanni Luque

Aconteceu de tudo um pouco no duelo entre Santos e Ponte Preta, válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Expulsão, virada, falhas dos goleiros Ivan e Vladimir e a eliminação do Peixe para a Macaca, repetindo o que aconteceu nas quartas de final do Paulistão de 2017. Se, naquela oportunidade, a equipe de Campinas venceu nos pênaltis, dessa vez, a história foi encerrada no tempo regulamentar. E com um impactante 3 a 1, de virada, da Ponte.

Jesualdo Ferreira levou a campo o melhor que tinha disponível. Lucas Veríssimo, Diego Pituca, Carlos Sánchez, Soteldo, Marinho e Kaio Jorge, muitos deles titulares no ano passado, jogaram mal ontem. A dupla Sánchez e Soteldo, apesar da assistência do venezeluano, teve atuação apagadíssima.

O Alvinegro saiu na frente, logo aos 5 minutos de jogo, com belo cruzamento de Soteldo, falha de Ivan e conclusão de Marinho. Enquanto o atacante esteve em campo, o Peixe ainda criava uma ou outra jogada ofensiva. Além do gol, foram mais 2 chutes à meta, um do próprio Marinho e outro de Sánchez, mas foi só isso.

A Macaca se aproveitou da expulsão de Marinho, no fim do 1º tempo e foi pra cima. Logo aos 4 minutos, Bruno Rodrigues, grande estrela da equipe nesse retorno, aproveitou a oportunidade e cabeceou entre as pernas de Vladimir. Depois, aos 15, outra finalização de Bruno Rodrigues, outra falha de Vladimir e gol de Moisés, no rebote. Bem no fim, João Paulo marcou um golaço e “fechou o caixão”.

Ao todo, o alvinegro de Campinas somou 23 finalizações e 57% de posse de bola e se classificou, enquanto seu rival Guarani ficou para trás. Do lado santista, muito ainda precisa ser melhorado, a começar pela disciplina – 4º jogo seguido com algum atleta expulso.

Na próxima fase, a Ponte enfrenta o Palmeiras, às 19 horas do próximo domingo, no Allianz Parque. Enquanto isso, o Santos espera o início do Brasileirão, onde enfrenta o Bragantino na 1ª rodada.

 

Giovanni Luque é colaborador do Acontece