Quatro sul-americanos que poderiam subir ao estrelato na Copa do Mundo do Qatar

Esportes
Quatro sul-americanos que poderiam subir ao estrelato na Copa do Mundo do Qatar 12 julho 2022

A Copa do Mundo muitas vezes produz superestrelas, com gemas pouco conhecidas escondidas na sujeira nos quatro cantos do globo, dada a oportunidade de brilhar no maior palco de todos. Esta geração jamais esquecerá as atuações sensacionais de James Rodríguez em 2014, no mesmo ano em que Mario Götze, de 22 anos, marcou o gol da vitória da Alemanha contra a Argentina, ou Kylian Mbappé ajudando a França a levantar o troféu em 2018.

Uma das melhores coisas sobre a Copa do Mundo é que nunca se sabe quais jovens jogadores vão subir e ser contados para seus países – com os que carregam o peso da expectativa sobre seus ombros muitas vezes lisonjeando para enganar enquanto os que voam sob o radar emergem para o superstardom, acabando ganhando uma grande jogada para uma das potências da Europa.

Há todas as chances de que a jovem estrela deste ano possa ser da costa sul-americana, com o Brasil, a Argentina, o Equador e o Uruguai prontos para representar o continente do Hemisfério Sul no Oriente Médio. Então, vamos dar uma olhada em quatro jogadores que poderiam fazer as manchetes.

Danilo – Brasil

Com o Brasil favorito para ganhar a Copa do Mundo entre os que aposta, a competição para entrar no plantel de 26 jogadores da Tite será difícil, já que a Seleção está encarregada de acabar com a espera de 20 anos por esse esquivo sexto título – especialmente para um jogador que ainda não fez sua estréia.

Mas Danilo está brilhando pelo Palmeiras, líder da Série A – onde já conquistou dois títulos da Copa Libertadores – e depois de ter sido convocado para o recente amistoso contra o Japão, embora não tenha saído do banco, Tite está obviamente disposto a envolvê-lo.

Ele tem sido ligado ao Atlético de Madri, Real Madrid e Arsenal, portanto, será observado de perto na Copa do Mundo, caso vá ao Qatar.

Julián Álvarez – Argentina

Não há como negar que Julián Álvarez já é um nome conhecido na maioria das partes do mundo, com sua mudança do River Plate para Manchester City ganhando muito interesse.

E enquanto Pep Guardiola já afirmou que o jogador de 22 anos vai fazer parte de seu plantel na próxima temporada, a Copa do Mundo talvez seja sua melhor oportunidade para mostrar ao mundo sua habilidade.

A competição por minutos na equipe de Lionel Scaloni será dura – com Pablo Dybala, Lautaro Martínez, Lionel Messi e Ángel Di María todas as opções de ataque – então Álvarez pode ter que fazer algo especial do banco se quiser causar um impacto real para La Albiceleste e se tornar uma estrela na Copa do Mundo.

Piero Hincapié – Equador

Piero Hincapié já fez fama na América do Sul após algumas apresentações fantásticas na Copa América de 2021, ajudando o Equador a chegar às oitavas-de-final e ganhando uma transferência para o Bayer Leverkusen da Bundesliga alemã.

Mas ele ainda é uma quantidade relativamente desconhecida no mundo mais amplo do futebol, mesmo depois de ter atuado em 27 jogos da primeira divisão pelo Leverkusen ao terminar em terceiro lugar na Bundesliga na última temporada.

Ele é uma peça regular na defesa central da equipe de Gustavo Alfaro e se ele puder atuar tão bem na Copa do Mundo quanto na Copa América, então ele poderá chegar a um clube maior na Europa.

Darwin Núñez – Uruguai

Darwin Núñez esteve em todo o Betfair app neste inverno depois que o Liverpool quebrou o banco para garantir os serviços do uruguaio do lado português do Benfica – gastando uma taxa recorde de 100 milhões de euros com o jogador de 22 anos.

Bem, “ele já é um superstar”, pode-se dizer. Mas muitas perguntas foram feitas sobre a taxa gasta com o atacante, então Núñez estará fora para justificar seu preço no Qatar – espera-se que encolhendo o peso e a expectativa com algumas boas atuações.

Seu recorde para a La Celeste também não é tão impressionante, com apenas dois gols em 11 jogos, mas com Edinson Cavani e Luis Suárez envelhecendo, ele poderia ser encarregado de liderar a linha no Oriente Médio, para que ele pudesse ter a chance de mudar isso.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento