Pablo marca dois gols e São Paulo vence o Santos por 2 a 1

De virada, o Tricolor garantiu a vitória no segundo tempo

Rubens Chiri – @rchirisp – Com a vitória, São Paulo já está na próxima fase.

Por Giovanni Luque

Em tempos de pandemia do novo coronavírus, o São Paulo recebeu o Santos num Morumbi vazio e triste. A última vez que o Tricolor jogou sem a presença dos torcedores foi num São Paulo x Goiás, em 2007, quando os donos da casa haviam sido punidos.

Porém, diferente do sentimento que as arquibancadas vazias trouxeram, foi a intensidade do jogo são – paulino, especialmente no 2º tempo. Enquanto isso, nos primeiros 45 minutos, quem se deu melhor foi o Peixe, que abriu o placar em boa jogada coletiva, terminando com o gol de Arthur Gomes, após assistência de Pará.

Dois fatores, um em consequência do outro, “viraram a chave” para o líder do grupo C. Jobson, em lance violento, foi expulso, deixando o Santos com um a menos. Então, no intervalo, Diniz lançou seu time ao ataque, substituindo o zagueiro Bruno Alves pelo atacante Pablo.

Com isso, o Tricolor passou a controlar ainda mais a bola no campo ofensivo, sempre passando pelos pés de Tchê Tchê, Dani Alves e Igor Gomes. Falando sobre domínio da partida, o Tricolor terminou o duelo somando 65% de posse e 624 passes certos, contra pouco mais de 230 do acuado adversário.

A escolha de Diniz por Pablo deu tão certo que os dois gols da virada foram do atacante. No 1º, ele aproveitou falha de Everson e finalizou para o gol vazio, após cobrança de falta de Daniel Alves. No 2º, o centroavante só precisou escorar o cruzamento de Pato e assegurar a vitória.

Outros números que comprovam o domínio tricolor a partir da expulsão de Jobson: segundo contabilidade do Footstats, o Tricolor finalizou 25 vezes ao gol, sendo quase metade delas (12), com o endereço certo.

O Santos, que só marcou em boa parte do jogo, tem de se preocupar, principalmente, com os desfalques. Sasha, Raniel, Marinho e Kaio Jorge, lesionados, desfalcam o ataque e fazem muita falta a Sánchez e Soteldo.

Com a paralisação por tempo indeterminado dos campeonatos no Brasil, ainda não se sabe quando serão os próximos jogos. Na próxima rodada, o São Paulo recebe o Bragantino e o Santos joga em casa contra o Santo André.