Goleada e VAR em ação: Palmeiras vence o Norizontino e vai à semifinal

Por Giovanni Luque

Devido ao show do ex – Beatles Paul McCartney no Allianz Parque, o Palmeiras precisou mandar o duelo contra o Novorizontino no Pacaembu. Porém, a mudança de casa não foi problema para que 26.706 palmeirenses pudessem encher o estádio e acompanhar a goleada aplicada pelo mandante.

Essas quartas de final entre Verdão e Tigre foram marcadas por polêmicas com o assistente de vídeo, o VAR. No 1º jogo, o Palmeiras reclamou muito, (inclusive com postagens nas redes sociais) de um possível toque de mão no gol do Novorizontino. Já no 2º jogo, um pênalti foi marcado para a equipe da casa, com ajuda do vídeo.

*Explicação dos casos: 1º – A Federação divulgou imagens das câmeras que mostram que a bola toca na barriga do jogador, comprovando a incoerência da reclamação. 2º – O comentarista de arbitragem da Globo, Sandro Meira Ricci, afirmou ser equivocada a marcação da penalidade na terça.

A tensão da possível não classificação para a semi, pelo lado alviverde, já foi vencida com menos de 10 minutos de bola rolando. O volante Felipe Melo e o excelente Ricardo Goulart aproveitaram escanteios cobrados por Dudu (o segundo ainda teve desvio de Deyverson) e marcaram os dois primeiros gols.

Apesar de acuado, o aurinegro de Novo Horizonte, chegou duas vezes com perigo. Na primeira, Fernando Prass espalmou, à queima roupa, cabeçada de Adilson Goiano. Na segunda oportunidade, o lateral Lucas Ramon fez boa jogada pelo lado do campo, cortou pra dentro e finalizou. A bola, que seria a do 2 X 1, passou tirando tinta da trave esquerda.

Os primeiros 45 minutos acabaram e o Palmeiras foi para o intervalo vencendo por 2 a 0. No retorno, logo aos 4 minutos, o árbitro Vinícius Araújo consultou o VAR e apontou o pênalti. Na cobrança, Gustavo Scarpa deslocou o goleiro Oliveira e marcou o terceiro. Depois deste tento, Dudu, em mais um pênalti e, de novo, Scarpa deram números finais ao placar.

Este foi o 3º ano consecutivo que Palmeiras e Novorizontino fizeram as quartas de final do Paulista. Um dado curioso a se mencionar é que 2019 foi o único ano em que o time de Novo Horizonte conseguiu pontuar no duelo (1 a 1 no jogo de ida). Porém, outro fato interessante é que 2019 foi o 2º ano consecutivo em que o time da capital derrotou o do interior por 5 a 0 no jogo de volta. Diferente, não?

A palavra mais citada por Felipão na coletiva foi APROVEITAMENTO e de fato, a precisão nas finalizações foi notável. De 7 chutes certos, 5 balançaram as redes, resultando numa média de 71,5% de aproveitamento. Essa goleada foi extremamente importante para mudar o status do time que, apesar dos bons resultados, tem tido apresentações abaixo do normal para um elenco da qualidade do Palmeiras.

Na semifinal, o Palmeiras encara o embalado São Paulo em um baita duelo. O jogo de ida será no Morumbi, no próximo sábado, às 18:00 e a volta no Allianz, dia 07/04, às 16:00.

 

Giovanni Luque é estudante de jornalismo e colaborador do Acontece Botucatu