Ex-interno da Fundação Casa de Botucatu vai jogar na Europa

 

Imagem: Sportv

Uma história que servirá de exemplo para milhares de jovens que buscam oportunidades na vida, apesar das adversidades impostas de forma implacável pela desigualdade social. Jadson da Silva, 18 anos, ex-interno da Fundação Casa, vai jogar futebol na Europa em 2017.

Destaque na Copa São Paulo de Futebol Junior deste ano, quando marcou o mais belo gol da competição jogando pelo o União Barbarense, ele foi contratado pelo Rio Ave, equipe que disputa a primeira divisão do futebol português.

Jadson é natural de São Manuel e viveu uma adolescência conturbada. Se envolveu com drogas aos 14 anos, quando chegou pela primeira vez à Fundação Casa de Botucatu. Na instituição sempre se mostrou habilidoso com a bola nos pés e era sempre o destaque nos campeonatos internos.

Após 1 ano em Botucatu, tentou iniciar a carreira no futebol, mas as dificuldades foram enormes e Jadson sofreu para alcançar seu sonho. Aos 16 anos voltou para a Fundação Casa em Botucatu e por ali ficou mais um ano, mas o sonho de jogar futebol nunca foi abandonado.

“O interessante é tentar tirar ele dessa vida, não é fazer virar jogador. O importante é dizer que é possível, pois se não fosse jogador ele seria um bom médico, um bom engenheiro, mecânico”, disse o tricampeão do mundo e ídolo do Corinthians Zé Maria, famoso botucatuense que exerce função diretiva na Fundação Casa em entrevista ao programa ‘Tá na Área’ do canal SPORTV.

Uma reportagem especial produzida em Botucatu pelo canal por assinatura dá destaque para a vida do jogador. Recentemente Jadson retornou à Fundação Casa de Botucatu, mas desta vez para passar sua experiência de vida para os internos. Ele proferiu palestra para meninos da Unidade e contou tudo o que passou para alcançar o sonho de sua vida.