Corinthians passa sem sustos pelo Red Bull e está na semifinal

Melhor campanha, Bragantino quase não atacou e Corinthians fez o suficiente

Jô voltou depois de 7 meses parado e deixou seu gol – Twitter oficial do Corinthians @Corinthians

 Por Giovanni Luque

Nem o mais otimista torcedor corinthiano imaginaria um cenário tão surpreendente quanto o que está acontecendo desde a volta do campeonato paulista. No retorno, Derby com o Palmeiras: Vitória; jogo da classificação, difícil de se conquistar: Vitória (com uma ajudinha do São Paulo); quartas de final contra a melhor campanha do campeonato: Vitória.

É bem verdade que, em nenhum desses três jogos, o Timão teve uma grande atuação. Contra o Palmeiras, sofreu o jogo todo e, se não fosse o goleiro Cássio, sairia derrotado de campo. Já nos outros dois, contra Oeste e Bragantino, não sofreu, mas fez pouco além dos gols. Entretanto, no futebol, o que importa é a bola na rede e, isso o Alvinegro soube fazer. A sequência de 3 vitórias em partidas oficiais, por enquanto, é a maior da equipe desde o começo da temporada.

No Morumbi, contra o Bragantino, os comandados de Tiago Nunes se mostraram, mais uma vez, disciplinados e atentos para concluir, pelo menos, na meta, as chances que tiveram. Aos 27 segundos do 1º tempo, Ederson contou com grande falha do ex corinthiano Júlio César e abriu o placar. Foi o segundo gol seguido do volante contratado junto ao Cruzeiro, o segundo de fora da área.

O Bragantino dominou, no quesito posse de bola, toda a partida. Preencheu o campo de defesa do rival e tinha no jovem Artur Victor a principal fonte de perigo. Porém, os diversos erros de passe do artilheiro Ytalo e a partida apagada de Morato e Matheus Jesus minaram as chances da equipe de Bragança Paulista.

Por outro lado, o Timão contava com a presença do acima do peso, mas muito qualificado Jô. O centroavante estava visivelmente sem ritmo, porém, quando teve a chance, não desperdiçou. Aos 19 da 2ª etapa, Luan bateu o escanteio e Jô concluiu pro gol. Além dos gols, um chute de Luan, um de Araos (ele mesmo) e outro de Ederson, todos defendidos pelo goleiro, o que resume a atividade ofensiva do Corinthians.

Para o torcedor, problema nenhum ter mal desempenho enquanto o time continuar vencendo suas partidas. Na semifinal, o Corinthians enfrenta o Mirassol, que venceu o São Paulo. A partida será no próximo domingo, às 16 horas, na Arena Corinthians.

 

Giovanni Luque é colaborador do Acontece