Cinco dicas de poker do campeão brasileiro André Akkari

O poker está rapidamente se tornando num dos jogos favoritos dos brasileiros, sendo que a indústria mundial do poker é avaliada em mais de 92 biliões de dólares. Ainda que o poker não esteja licenciado em território nacional, os atletas brasileiros encontram-se entre os melhores do mundo. Em 2021, o Brasil é o país com o maior número de representantes no top 100 do poker mundial, sendo que o famoso André Akkari integra a lista junto de craques como João Simão, Enio Bozzano, Luiz Duarte ou Josias Santos.
Se você tem interesse em aprender mais sobre esse popular jogo de cartas, não há nada como seguir os conselhos de um verdadeiro profissional. André Akkari se destaca no panorama nacional e internacional como um dos melhores atletas do poker, sendo além disso um ávido comunicador e comentador de todos os temas relacionados com a modalidade. Hoje, vamos dar uma olhada nas cinco dicas cruciais de Akkari que podem ajudar todos os novatos do poker a se converterem em melhores jogadores.

1. Melhore sua postura

O poker é bem mais do que apenas um jogo de cartas. É também um excitante duelo psicológico, em que todos os jogadores analisam seus adversários ao pormenor. É por isso muito importante assumir uma postura correta na mesa de jogo, de forma a demonstrar confiança e liderança desde o início.
Akkari destaca a importância de uma boa postura na mesa de jogo e recomenda que todos os jogadores encostem suas costas na cadeira e subam seus ombros para assegurar uma certa autoridade junto de seus adversários. É uma dica bem simples, mas que pode fazer toda a diferença no contexto de uma partida de poker.

2. Não olhe as cartas, olhe o seu adversário

O poker nem sempre se joga frente a frente. O poker online tem vindo a crescer em popularidade, sendo que centenas de brasileiros recorrem a sites internacionais como o 888poker para testar suas habilidades. Mas o poker em formato presencial continua sendo extremamente popular, até porque envolve uma fascinante vertente psicológica e comportamental. Neste sentido, a segunda dica de Akkari é fundamental.
Numa partida presencial de poker, procure olhar seu adversário no momento em que as cartas são colocadas na mesa, e só depois analisar o conteúdo do flop. Pode parecer contraintuitivo, mas dessa maneira você poderá recolher informações adicionais relativamente à mão de seu oponente. Por mais discreto que o seu adversário seja, é sempre possível fazer algumas elações com base nas suas expressões faciais.

3. Jogue sempre, mesmo depois de foldar

Ao contrário da maior parte dos jogos, o poker recompensa aqueles jogadores que desistem de mãos pouco promissoras. O fold (desistir de uma mão) é uma das ferramentas fundamentais à disposição dos jogadores e deve ser utilizado sem receio. Mas Akkari recomenda que, mesmo depois de desistir de uma mão, se continue jogando e prestando muita atenção ao que está acontecendo na mesa de jogo.
No poker, cada jogador segue um método e tem uma personalidade distinta. Quando você folda, essa é a altura ideal para recolher informação relativa a todos os seus oponentes. Você pode utilizar esse conhecimento mais tarde para levar a melhor nas próximas rondas. Akkari carateriza essa técnica como “jogar mentalmente com seus oponentes.”

4. Use roupas confortáveis

Outra dica de poker que parece não ter nada a ver com o poker, mas que pode fazer toda a diferença.
No poker, é normal que um jogador profissional seja forçado a passar 8 ou mais horas sentado na mesa de jogo para completar um torneio. Isso resulta em falta de concentração, fadiga e cansaço mental. Por isso é essencial utilizar roupas confortáveis; se você se sentir melhor e se o seu corpo tiver menos dificuldades em se adaptar à situação difícil em que se encontra, você conseguirá jogar poker com mais tranquilidade e qualidade.
Sem dúvida uma grande lição para todos os novatos que estejam começando a se aventurar no mundo do poker profissional.

5. Privilegie a técnica e não a sorte

Um dos erros comuns dos jogadores de poker inexperientes passa por confiar demasiado na sorte. Quando você tem uma mão de sonho e fica faltando apenas aquela carta, é tentador continuar insistindo e insistindo. No entanto, Akkari recomenda que se preste mais atenção ao lado técnico do jogo e que se ignorem as chances fortuitas, apelidadas por Akkari de “randómicas.”
Ainda que a sorte faça parte do jogo do poker, o trabalho de um jogador habilidoso passa por atenuar essa influência e fazer com que suas mãos possam ser jogadas da maneira mais segura possível.
O poker é um jogo que está muito assente na matemática e onde o conhecimento das probabilidades associadas a cada jogada pode ser extremamente útil. Se você sonha em se tornar num jogador profissional de poker, é vital entender esse lado técnico do jogo e não apenas se focar nas caraterísticas instintivas de suas jogadas.