Reunião presencial no IBB da Unesp em Botucatu marca retomada das atividades

IBB-Unesp realiza congregação presencial e inicia ampliação das atividades no câmpus

A500ª reunião da congregação do Instituto de Biociências de Botucatu (IBB), ocorrida na manhã da última sexta-feira, 10 de setembro, marcou o início da retomada presencial das atividades na Unesp. O encontro, o primeiro realizado presencialmente desde a suspensão das atividades presenciais na Universidade em março de 2020, contou com a presença do reitor Pasqual Barretti, do chefe de gabinete da reitoria Cesar Martins, do diretor do IBB Luiz Fernando Rolim, e do vice-diretor Willian Zambuzzi.

“Botucatu vive hoje um momento especial, trazido pela ciência, pelo conhecimento científico, por toda a estrutura que já estava instalada na cidade. Graças aos pesquisadores excelentes e à união de esforços, Botucatu tem o melhor cenário de vacinação do país. A partir disso, precisamos de proatividade e buscar saídas”, afirmou o reitor Pasqual Barretti, fazendo referência ao estudo de efetividade do imunizante Oxford-Astrazeneca que vacinou toda a população adulta da cidade, sob a liderança da Unesp. “Vejo o IBB mostrando caminhos a serem seguidos no combate à pandemia e no retorno seguro às atividades”, completou o chefe de gabinete da reitoria Cesar Martins.

Seguindo as diretrizes do Comitê Unesp Covid-19 para uma retomada segura e gradual das atividades presenciais, publicadas no dia 30 de agosto, o Instituto de Biociências de Botucatu (IBB) dará início ao retorno parcial ao câmpus a partir desta segunda-feira, 13 de setembro. “É com toda a seriedade e com todo cuidado que o IBB está pronto para iniciar a retomada às atividades presenciais. Ainda estamos em pandemia e por isso os cuidados continuam bastante rígidos. Se necessário for, retrocederemos alguns passos, sempre nos pautando pela ciência”, declarou o diretor do IBB Luiz Fernando Rolim na abertura da reunião.

A intenção para iniciar o movimento de retomada das atividades presenciais na Universidade foi anunciada em agosto pelo reitor Pasqual Barretti no Jornal da Unesp, tendo em vista o avanço da vacinação no estado de São Paulo e respaldado pelas diretrizes do Comitê Unesp Covid-19. Além de Botucatu, outras unidades também já estudam as condições e elaboram protocolos em parceria com o Comitê para promover um retorno presencial gradual e seguro, que esteja de acordo com as particularidades de cada uma das 24 cidades-sede da Unesp.

“Fazer o retorno presencial é uma atividade de extrema responsabilidade e essa responsabilidade está sendo pautada pela ciência, pelo bom senso, com bastante sinceridade e franqueza”, relatou o vice-diretor do IBB Willian Zambuzzi.

O professor Carlos Magno Fortaleza, que é médico infectologista e integrante do Comitê Unesp Covid-19, participou da congregação presencial da unidade universitária de Botucatu na última sexta-feira. “O retorno tem que ser cercado de protocolos de segurança e voltaremos atrás se a situação epidemiológica mudar”, disse na ocasião.