Projeto de robótica do Núcleo Assistencial “Joanna de Ângelis” é escolhido pelo CMDCA e encaminhado para a Fundação Vivo

 

O projeto de Robótica inscrito pelo Núcleo Assistencial Joanna de Ângelis foi escolhido pelo Conselho Municipal da Criança e Adolescente para representar a cidade de Botucatu no edital aberto pela Fundação Vivo.

Trata-se de uma iniciativa que não atenderá apenas os alunos do Joanna. Em comum acordo com o CMDCA, a entidade se comprometeu a envolver crianças e adolescentes de outras ONGs da cidade, assim como os gestores dessas organizações, que serão capacitados para darem treinamentos aos assistidos.

A Robótica é caracterizada por ambientes de aprendizagem que reúnem materiais de sucata ou kits de montagem compostos por peças diversas, motores e sensores controláveis por computador e softwares que permitam programar de alguma forma o funcionamento dos modelos montados.

De acordo com a Coordenadora Pedagógica do Núcleo, Profa Dra. Lívia Christina Andreucci,  “Trata-se de uma atividade lúdica e desafiadora, que une aprendizado e prática. Além disso, valoriza o trabalho em grupo, a cooperação, planejamento, pesquisa, tomada de decisões, definição de ações, promove o diálogo e o respeito a diferentes opiniões”.

Com o projeto, pretende-se ampliar os horizontes de adolescentes de Instituições do Terceiro Setor de Botucatu, pela utilização da robótica como ferramenta de integração das competências técnicas, éticas e profissionais, contribuindo para a empregabilidade futura.

O Núcleo atende ao público diariamente, das 07:30 às 17:00 horas, quartas-feiras a noite das 18:30 às 21:30 horas e domingos pela manhã, das 08 às 11:00 horas.

Fone: (14) 3815-4102     e-mail: [email protected]

https://www.facebook.com/Núcleo-Assistencial-Joanna-de-Ângelis-de-Botucatu-