Prefeitura e Instituto Embraer articulam parceria na Educação

 

Na manhã desta quinta-feira, 21, o Secretário Municipal de Educação, Valdir Paixão Junior, reuniu-se com o diretor do Colégio Embraer “Casimiro Montenegro Filho”, Renato Augusto da Silva.  O objetivo do encontro foi a viabilização de uma parceria entre a Prefeitura e o Instituto Embraer, para a formação continuada de gestores das escolas municipais, visando a excelência na qualidade do ensino oferecido em Botucatu.

“O Instituto Embraer tem muito a nos ensinar e acredito que nós também temos uma rica experiência para levar ao Instituto. Através de conversas com o diretor Renato, estamos trabalhando para em 2018 iniciarmos um processo de formação para todos os gestores da Rede Municipal de Ensino, que se estenderá por todo o ano letivo”, explica Valdir Paixão, Secretário Municipal de Educação.

As próximas reuniões definirão as etapas da formação e quais os módulos a serem abordados inicialmente, passando pela área operacional, administrativa e principalmente pedagógica.

Instituto Embraer

O Instituto Embraer de Educação e Pesquisa foi criado em 2001, com o objetivo de investir o capital social privado da empresa em programas voltados para educação.

Em Botucatu, o Instituto inaugurou em 04 de fevereiro de 2013, sua unidade do Colégio Embraer, escola focada na excelência acadêmica para alunos egressos da rede pública de ensino.

O Colégio Embraer – Casimiro Montenegro Filho, que recebeu este nome em homenagem a um dos idealizadores do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), tem capacidade para 360 alunos e está localizado ao lado da Unidade Embraer Botucatu, em terreno cedido pela Prefeitura.

Todos os alunos são oriundos da rede pública de ensino (estadual e/ou municipal) em Botucatu e outras sete cidades da região (Anhembi, Areiópolis, Bofete, Itatinga, Pardinho, Pratânia e São Manuel). Os alunos selecionados através de processo seletivo conduzido pela Fundação Vunesp, recebem bolsa integral de estudos, além de uniformes, materiais didáticos, alimentação na escola e transporte.

Todos os professores e funcionários foram contratados na região. As aulas são ministradas em período integral, de segunda a sexta-feira.