GCM realiza projeto piloto para levar “Patrulha da Paz” até as escolas estaduais

Há 8 anos, alunos da Rede Municipal de Ensino de Botucatu recebem diversas instruções e palestras sobre segurança e cidadania através do Programa Patrulha da Paz, coordenado pela Guarda Civil Municipal. O projeto, que em 2010 começou com a formação de 75 alunos em apenas duas escolas botucatuenses, hoje já atinge 950 crianças em 16 unidades escolares da Rede Municipal de Ensino.

Este número pode crescer ainda mais. A GCM iniciou na manhã desta sexta-feira, 21, um projeto piloto que busca levar as palestras do Patrulha da Paz para o Ensino Médio, o “Patrulha Jovem”.

180 alunos dos primeiros anos do Ensino Médio da Escola Estadual “Cardoso de Almeida” (EECA) conheceram os trabalhos desempenhados pelos grupos de atuação da Guarda, através dos GCMs Nóbrega e Jayme.

“Mostramos nosso trabalho aos alunos, nossos grupos de atuação e o engajamento social das nossas ações, buscando a segurança e o bem-estar da população. Este é um grupo novo para nós e que com certeza tem um grande potencial para aprender conosco”, afirmou Nóbrega.

O projeto Patrulha Jovem já foi inclusive apresentado ao Secretário de Estado de Educação, João Cury Neto, e a expectativa do Poder Público Municipal é que surja uma parceria para a realização nas escolas estaduais de Botucatu em 2019.

“Nosso Prefeito Pardini sempre nos passa a responsabilidade de pensar em melhorias não só para os serviços oferecidos pela Prefeitura, mas também para aqueles de responsabilidade do Estado. Tenho certeza que a extensão do Patrulha para as escolas estaduais vão contribuir e muito para a conscientização de muitas crianças e famílias botucatuenses”, citou Marcelo Emílio de Oliveira, Secretário Municipal de Segurança Pública.

O projeto piloto continuará nos próximos dias 19 de outubro e 29 de novembro na EECA. Os alunos receberão palestras sobre a importância do patrulhamento rural e ambiental feito pela GCM e da Lei Maria da Penha e suas aplicações