Escola de educação infantil incentiva cultivo de horta comunitária em projeto de contraturno em Botucatu

Os ensinamentos do Centro de Educação Infantil “Jurema Ramos Cordeiro”, localizado no Residencial Santa Maria vão além do aprendizado das primeiras letras e o convívio social entre os alunos. A escola também prega o trabalho coletivo como forma de maior entrosamento entre os colegas.

Este é o objetivo do cultivo da horta comunitária que os alunos começaram a desenvolver este ano no contraturno escolar, com o auxílio dos professores Valdinei Franscisco, Adriely Fernanda da Silva e da coordenadora pedagógica Nilciana Gomes, com a orientação da engenheira agrônoma Caroline de Moura D’Andrea Mateus e do voluntário Paulo Roberto Rodrigues.

Toda a produção das verduras e especiarias da horta são destinadas para o consumo na própria escola e também oferecidos para os pais. O plantio e manutenção da horta, mesmo com a paralização das aulas presenciais, está tendo continuidade com os professores e servidores, não deixando a iniciativa morrer.

De acordo com a gestora da escola, Claudia Daré, o cultivo da horta faz parte de um projeto de meio ambiente desenvolvido pelo professor Valdinei junto aos alunos  desde 2016 e conta com a colaboração da Secretaria do Verde e comunidade local.

“A horta está repleta de verduras e com a volta às aulas os alunos poderão verificar todo o trabalho que eles iniciaram no começo do ano letivo. Poderão colocar as mãos na terra novamente e principalmente usufruir do trabalho deles nas refeições oferecidas”, explicou Claudia Daré.