EECA poderá ganhar verba de R$ 140 mil para reforma

Educação
EECA poderá ganhar verba de R$ 140 mil para reforma 08 outubro 2017

Fotos arquivo Acontece Botucatu

A Escola Estadual Cardoso de Almeida, mais conhecida como EECA, umas das mais tradicionais de Botucatu, poderá receber uma verba de R$ 140 mil para reformas. A informação foi postada nesta quinta-feira, dia 06, pelo Presidente do FDE, (Fundação para o Desenvolvimento da Educação) João Cury.

Escola já sofreu uma grande reforma no início dos anos 90

Ele compartilhou um post do presidente da Câmara Municipal de Botucatu, Izaias Colino, no facebook que dizia o seguinte: “Hoje tive a alegria de receber aqui na FDE o nosso querido Presidente da Câmara de Botucatu – Izaias Colino. O Izaias nos trouxe um pedido de reforma do nosso tradicional EECA. (Escola Estadual Cardoso de Almeida). Foi uma ótima conversa onde aproveitei para matar as saudades da nossa terrinha”.

Segundo Colino, a verba seria para reformar parte do prédio. Forro do teto de algumas salas, banheiros, assoalhos, infiltrações, entre outros problemas foram levantados. Ainda não foi definido um plano de reforma ou reparos para a Escola.

“Na quinta-feira fui recebido pelo presidente da FDE para tratar de uma necessária reforma da Escola Estadual Cardoso de Almeida. A escola necessita de reparos em razão do tempo. O Plano de ação da reforma ainda não foi concluído, mas o João foi super atencioso com relação a solicitação e me deu ótimas perspectivas sobre a possibilidade. Esse é um pedido antigo da comunidade escolar do EECA e somente alguém com a sensibilidade do João Cury para compreender a importância da escola, que é uma referência pelo ensino e pela arquitetura”, disse ao Acontece Botucatu Izaias Colino.

O presidente do FDE, João Cury, também se posicionou a respeito, sinalizando positivamente sobre a reforma. “É um recurso para reforma de áreas críticas da escola que foram afetadas pelas chuvas. Está entre as nossas prioridades. Havendo disponibilidade orçamentária, será feito”, disse João Cury.

Lembrando que a Escola já sofreu uma grande reforma entre os anos de 1992 e 1993. Na oportunidade houve uma grande restauração, além de mudanças significativas em sua construção e estrutura. O CONDEPHAAT – Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico é quem autoriza construções ou reformas no centenário prédio da escola.

 

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento