Docente da FCA da Unesp de Botucatu participa de banca na Holanda

No dia 09 de outubro, a professora Carmen Regina Marcati, do Departamento de Ciência Florestal da Faculdade de Ciências Agronômicas da Unesp, câmpus de Botucatu, participou como membro titular da banca de defesa da tese de doutorado de Larissa Chacon Dória, junto à Universidade de Leiden, na Holanda.

A tese, intitulada “Functional Xylem Anatomy: intra and interspecific variation in stems of herbaceous and woody species”, foi orientada pelo professor Frederic Lens, docente da Univerrsidade de Leiden e pesquisador do centro de pesquisa Naturalis Biodiversity Center, da Holanda.

Larissa Chacon Dória é graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal da Paraíba e foi orientada pela professora Carmen em sua dissertação de mestrado.

A banca foi composta pelos seguintes professores (a partir da direita, na foto abaixo): Elisabeth Robers, da Universidade de Barcelona; Carmen Marcati da FCA/Unesp; Frederic Lens (copromotor) da Universidade de Leiden e Naturalis Biodiversity Center; Erik Smets (promotor) da Universidade de Leiden e Naturalis Biodiversity Center; Pieter Baas, representante do reitor da Universidade de Leiden; Remko Offringa, Hans ter Steege, Peter van Welzen  e Vincent van Merckx, todos da Universidade de Leiden e Naturalis Biodiversity Center. Também na foto, em frente à banca está Larissa Chacon Dória (ao centro) e suas duas paraninfas, ambas estudantes de doutorado na Universidade de Leiden, Ajaree Thonglin (tailandesa) e Deyi Wang (chinesa).

A Universidade de Leiden foi fundada em 1575 e é a mais antiga universidade dos Países Baixos. A instituição tem seis faculdades, mais de 50 departamentos e uma excelente reputação internacional. Em 2012, foi a universidade dos Países Baixos mais bem classificada no Times Higher Education World University Rankings, onde foi considerada a 64ª melhor universidade do mundo. O ranking Shanghai Jiao Tong University, de 2011, considerou a Universidade de Leiden a 65ª melhor universidade do mundo.

A universidade está associada a dez líderes e primeiros-ministros dos Países Baixos, incluindo o atual primeiro-ministro Mark Rutte; oito líderes estrangeiros, entre os quais o sexto presidente dos Estados Unidos John Quincy Adams; e dezesseis ganhadores do Prêmio Nobel (incluindo Albert Einstein). A universidade foi a base de figuras como René Descartes, Rembrandt, Hugo Grotius e Baruch Spinoza. A universidade é membro do Grupo Coimbra, do Europaeum e da League of European Research Universities.