Escola Colinho da Mamãe arrecada mais de 485 mil lacres de alumínio que serão convertidos em cadeira de rodas

O material foi doado à campanha “Não é mito”, do Instituto Entre Rodas

Colinho

Durante dois meses, a Escola Infantil Colinho da Mamãe e o Colégio Magna Mater arrecadaram lacres de latinhas para a Campanha “Não é Mito”, do Instituto Entre Rodas, instituição de São Paulo.  Na última quinta-feira, 27, foi realizada a entrega do material coletado para Andréia Fernandes, representante do projeto. O encontro foi prestigiado por funcionários da escola, alunos e seus familiares.

Com a ajuda de todos, a escola arrecadou 139 kg e 500g, o equivalente a 485 mil e 826 lacres. Para Luciara Ricardi, diretora da escola, isso representa a realização de vários sonhos e histórias. “Com essa ação, nós vamos construindo muitas histórias, que vão fazer a vida de muitas crianças mais felizes”, afirma.

Todos os alunos se mobilizaram com a campanha e buscaram arrecadar o máximo de lacres possível. Para Lucele Vieira Marins, mãe do aluno Rafael Marins Shinkawa, esse tipo de ação faz com que as crianças tenham consciência de como é importante ajudar o próximo. “Meu filho se envolveu de forma integral, em todos os lugares que íamos ele pegava os lacres das latinhas. Foi muito lindo ver todos participando dessa campanha porque é uma forma de a escola despertar o olhar do bem nos nossos filhos”, afirma a mãe.

Foram tantos lacres arrecadados, que o pai do Rafael, Cesar Akio Shinkawa, usou um mini-caminhão para transportar os lacres. As crianças encheram o brinquedo com o material e levaram no dia da entrega.

Elida Paula Benquique Ojopi, mãe dos alunos Matheus e Helena, aprovou a iniciativa e fez questão que os seus filhos ajudassem também. “Eu amei esse projeto.  As crianças também adoraram participar”, declara.

“Foi uma parceria linda que envolve muitas pessoas. Pode não parecer muito, mas isso vai dar a oportunidade de uma criança ver a vida de outra forma”, diz Andréia, representante da campanha “Não é Mito”, que levou a campanha até a Colinho.

Para conseguir uma cadeira de rodas são necessários 800kg ou 3 milhões e 200 mil lacres. Por isso, o material arrecadado na escola, juntamente com o que foi coletado em outros lugares, será levado para a fábrica que confecciona as cadeiras de rodas. “É incrível poder fazer parte disso tudo. Isso só foi possível porque temos famílias que nos apoiam”, agradece Luciara Ricardi, diretora da Escola Infantil Colinho da Mamãe e Colégio Magna Mater.

Bottons “Sou do bem”

Aproveitando o momento, Luciara apresentou a coleção de bottons da Colinho. Cada vez que a escola se envolver em uma ação social, os alunos ganharão um bottom “Sou do bem”. Será uma forma de mostrar a disposição de todos do colégio, pessoas do bem e interessadas pelas causas sociais.

 

 

Texto e fotos 4toques comunicação