Abono do FUNDEB em Botucatu é aprovado em sessão extraordinária da Câmara

Educação
Abono do FUNDEB em Botucatu é aprovado em sessão extraordinária da Câmara 16 dezembro 2021
Foto Câmara Botucatu

Em uma sessão extraordinária que durou quase uma hora, a Câmara de Botucatu aprovou nesta quinta-feira (16/12) dois projetos de iniciativa do Poder Executivo.

A primeira matéria em pauta, o projeto de lei complementar 11/2021, alterou a Lei de Diretrizes Orçamentárias de 2021, abrindo um crédito adicional suplementar na Lei Orçamentária Anual no valor de quase R$ 2 milhões (exatos R$ 1.972.265,00).

Na prática, as alterações visam dar suporte orçamentário às demandas das Secretarias de Saúde, Educação e Infraestrutura, especificamente:

 * Na saúde: contrato gestão/insumos/serviços para a rede básica;

* Na educação: restituição saldo Transporte Escolar Estadual;

* Na infraestrutura: Projeto Executivo para Ampliação do Aterro Sanitário.

 Em seguida, uma emenda de autoria da Comissão de Constituição, Justiça e Redação da Câmara também foi aprovada. Ela tinha como objetivo oferecer maior transparência e clareza à proposta trazida pela Prefeitura.

Para terminar a manhã de deliberações, passou pelo plenário o projeto de lei 94/2021, que concedeu abono aos profissionais da educação municipal, remunerados por repasse de verbas do FUNDEB – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

Na discussão, foi lida a justificativa do projeto explicando as mudanças do Novo FUNDEB, que passou a estipular um percentual mínimo de 70% para pagamento de remuneração dos profissionais da educação básica. Depois, o líder do governo, vereador Lelo Pagani (PSDB), falou em tribuna que esta é uma política real de reconhecimento e valorização dos profissionais da área, ainda mais neste período “tão desafiador que foi a pandemia”.

A vereadora Rose Ielo (PDT) também abordou a valorização dos educadores com o FUNDEB permanente, a cobrança pelo projeto por parte da população e sugestões de como o poder público poderia gerir este recurso, por exemplo, atuando na melhoria das condições de trabalho da categoria ao longo do ano.

Para finalizar, o vereador Sargento Laudo (PSDB) enfatizou que o FUNDEB é uma política federal voltada exclusivamente para a educação e que cabe “a nós, legisladores, aprovar a proposta e atuar em prol da população e dos servidores de Botucatu”.  Ambos os projetos foram aprovados por unanimidade.

Câmara Botucatu

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
FREIRE MOTOS
Oferecimento

Veja também

Oferecimento
VISTORI
SHOPPING INSTITUCIONAL
INSTITUCIONAL ELO
EXAME TOXICOLOGICO