MuHP tem exposições especiais neste mês de outubro

O Museu Histórico e Pedagógico “Francisco Blasi” tem neste mês de outubro um programa especial para todos os gostos. Ao todo são sete exposições abertas ao público e com entrada franca. O MuHP está aberto de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas e aos sábados das 9 às 17 horas.

Confira abaixo as exposições em cartaz do MuHP:

Exposição interativa Histórias a Respeitar

Exposição de biografias de mulheres que foram homenageadas com nomes de ruas, praças e locais públicos de Botucatu. Os visitantes podem manipular cópias dos documentos oficiais e conhecer a biografia de pessoas com histórias inspiradoras.

A partir dessa inspiração pode utilizar uma máquina de escrever para contar histórias, depoimentos, memórias que serão incorporadas a acervo do museu ao final da exposição.

A trilha sonora pode ser tocada numa vitrola, escolhida em LP´s com compositoras e intérpretes mulheres, do Brasil e do Mundo. As biografias foram transcritas para o braile, permitindo acessibilidade a pessoas com deficiência visual.

Exposição Gabinete de Curiosidades

Reaberto em maio de 2017, o MuHP apresenta itens de seu acervo em uma expografia semelhante quando de seu funcionamento, antes de ter permanecido fechado por 16 anos. Os objetos trazem a história e a memória afetiva para a população que pode novamente ter acesso aos mais de 13 mil itens que compõe o acervo.

Os itens em exposição são alternados periodicamente para que visitantes possam reencontrar memórias a cada visita.

Exposição Interativa e colaborativa Retratos de Família

Repaginação da exposição de 2006 do Museu de Arte Contemporânea “Itajahy Martins” – com fotos clássicas de famílias locais. O público pode interagir e colaborar, enriquecendo a pesquisa com informações que serão agregadas ao acervo fotográfico do MuHP. A exposição pode ser visitada presencialmente ou online na página oficial do Museu na internet.

Todos também podem enviar fotos clássicas de suas famílias, escaneadas, que serão incorporadas à exposição online.

Exposição itinerante Vala Clandestina de Perus – Projeto Ecos da Memória

Com recorde de público e após circular em diversas escolas de Botucatu, a exposição Vala Clandestina de Perus estará em cartaz até 06/10 no MuHP. A exposição conta a história do local clandestino onde foram encontrados corpos de homens e mulheres torturados durante o golpe civil-militar brasileiro.

A exposição, premiada por edital do Ministério da Justiça, foi gentilmente cedida ao MuHP pelo Instituto Macuco e irá circular em São Paulo para voltar a Botucatu em algumas semanas, retomando a visita em escolas e espaços públicos.

Exposição Itinerante “Naquela Serra”

A exposição integra as comemorações do centenário da composição da canção “Tristezas do Jeca”, de Angelino de Oliveira e circulará por escolas de Botucatu e região.

Visitantes poderão conhecer partituras, letras e documentos, além do violão original do compositor que se tornou ícone da música botucatuense.

Exposição interativa Monta Cabeças

A partir de uma doação de quebra cabeças montados, o MuHP apresenta a exposição “Monta Cabeça”. O público poderá conhecer a história dos quebra cabeças, conhecer os dezessete quadros recebidos e participar da montagem colaborativa de um quebra cabeças. A exposição fica em cartaz até 13 de outubro no MuHP e na Biblioteca Municipal.

Atendendo normas acessibilidade da ABNT, a exposição está instalada em altura ideal para crianças e cadeirantes.

Exposição Arte não tem idade

Com abertura ocorrida na Primavera dos Museus e na Semana do Idoso, a exposição traz talentos artísticos de pessoas com mais de sessenta anos de idade. Em sua décima edição, o homenageado deste ano é o Sr. Carlos Menezes, que retrata paisagens urbanas de Botucatu em suas obras. A exposição fica em cartaz na Biblioteca Municipal até 27 de outubro.