Festival de Inverno tem diversas atrações durante o feriado prolongado

Para quem ainda não aproveitou o Festival de Inverno neste ano, em Botucatu, o feriado prolongado do Dia de Sant’Ana, padroeira da Cidade, traz diversas atrações. Confira abaixo a programação:

25/07 – 20 horas – Quinteto Sopro Novo

Espetáculo que oferece um universo sonoro diferenciado, transportando o público para lugares tranquilos, resgatando sua sensibilidade e mexendo com a memória emocional, como um respiradouro no meio da intensidade da vida moderna. Viajando por todo o Brasil, o Quinteto Sopro Novo já atingiu mais de 100 mil pessoas em teatros, ONGs, clubes, igrejas, escolas, conquistando o respeito e a admiração de crianças, jovens e adultos músicos e leigos.

Local: Teatro Municipal – Classificação: Livre – Entrada Franca

26/07 – 20 horas – Márcio Lugó

Márcio Lugó, cantor e compositor paulistano, apresenta o seu terceiro disco autoral (Pêndulo), com letras e percepções que reforçam a arte como reflexo da sociedade com inteligência e destreza. O espetáculo mistura sutileza e força em uma estética sonora moderna e original da nova MPB. Além do repertório do novo álbum, o cantor apresenta também algumas das canções dos dois discos anteriores, “Liberdade Aparente” e “Desacelera”.

Local: Teatro Municipal – Classificação: Livre – Entrada Franca

27/07 – 20 horas – Banda Municipal

A tradicional Corporação Musical “Damião Pinheiro Machado” apresenta um repertório musical variado, para todos os gostos: música popular brasileira, sucessos internacionais, marchas e dobrados.

Local: Estação Ferroviária – Classificação: Livre – Entrada Franca

27/07 – 21 horas – Teatro Contos Ciganos

O espetáculo Vasya – o pé branco é um conto cigano, que narra a vida de um cigano rico à procura de aventuras para conhecer como vivem os outros de sua etnia. Um surpreendente encontro amoroso transforma radicalmente a sua vida.

Local: Estação Ferroviária – Classificação: Livre – Entrada Franca

28/07 – 20 horas – Teatro Esperando Godot

Clássico espetáculo de Samuel Beckett, considerado um marco da narrativa moderna, com a história de dois personagens que aguardam a chegada de Godot, que nunca aparece. A peça revolucionou a dramaturgia do século 20, pois é a primeira em que nada acontece, onde não existe ação dramática. Os personagens simplesmente refletem sobre a falta de sentido da vida. Não tem subtexto, não tem densidade psicológica. Eles são aquilo que expressam ser.

Local: Teatro Municipal – Classificação: 12 anos – Entrada Franca

29/07 – 20 horas – Orquestra Sinfônica de Botucatu

Há mais de 30 anos, a Orquestra Sinfônica Municipal de Botucatu vem prestigiando os músicos e compositores da cidade, além de fomentar a formação de novos músicos. O diferencial deste espetáculo será um concerto para trombone e instrumentos de sopro, com solistas convidados e um repertório composto por músicas clássicas e populares, além das composições de artistas botucatuenses e de integrantes da própria orquestra.

Local: Teatro Municipal – Classificação: Livre – Entrada Franca