Cine Solar foi sucesso em Vitoriana     

 

Dentro da programação estabelecida para o mês de abril, em comemoração ao 162º aniversário de Botucatu, Vitoriana parou na noite de quarta-feira (19) para curtir sessão de cinema ao ar livre. O projeto Cine Solar, uma realização da CPFL Energia, em parceria com a Prefeitura de Botucatu, foi um grande sucesso, reunindo cerca de 250 pessoas. Trata-se do primeiro cinema itinerante sustentável do Brasil. A estrutura foi montada defronte ao posto de saúde do distrito.

O projeto utiliza energia limpa e renovável para exibições de filmes, unindo arte, cinema e sustentabilidade. Tudo funciona a partir de uma van equipada com placas solares, que utiliza um sistema conversor de energia solar para elétrica. No interior do veículo há 100 assentos para o público, telão com metragem de 200 polegadas, sistema de projeção e som e até um estúdio de gravação. Quando chegam às cidades tudo é retirado da van e o cinema é montado em lugares como praças públicas e quadras esportivas.

Em Vitoriana, famílias inteiras ocuparam as cadeiras e tiveram a oportunidade de assistir a curtas-metragens com temáticas sustentáveis, boa parte deles voltados para as crianças. E fechando a noite, que coincidiu com o Dia do Índio, foi exibido o filme Xingu (2011), estrelado por João Miguel, Felipe Camargo e Caio Blat, e que conta a trajetória dos irmãos Villas-Boas a partir do momento em que se alistam para a Expedição Roncador-Xingu.

Durante o evento acontece também a Eco Estúdio Solar – exposição tecnológica sustentável, com apresentação da van Cinesolar Tupã e do projeto como um todo. Dentro da van, infográficos e monitores mostram como funciona o carro e são passadas informações sobre os princípios básicos da energia solar (por exemplo: como a energia solar se transforma em energia elétrica). Além disso, são mostrados produtos de sustentabilidade e tecnologias renováveis, com aplicações práticas no dia-a-dia, como um instigante relógio de batatas.