Botucatuense lança livro “Somos muitas Donas Cidas”, que retrata vida rural na Cuesta

Livro sobre a natureza do Cerrado e da Mata Atlântica  e a sabedoria das mulheres do campo e sai do forno  essa semana em dois eventos de  lançamento.

A delicadeza feminina e a sabedoria ancestral sobre a flora da Cuesta e o ambiente rural da agricultura familiar ganharam as páginas de um livro. Dona Cida chega ao público no mês de agosto pelas mãos da artista Bárbara Ipê, autora dos textos e das ilustrações em aquarela.

Serão dois lançamentos: dia 07 de agosto, em transmissão ao vivo direto do Centro Max Feffer, e no dia 21 de agosto, num encontro presencial e festivo no Centro de Cultura Seriema, em Botucatu.

Este projeto foi viabilizado pelo Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo (PROAC) e Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

O livro Dona Cida narra, de maneira poética e lúdica, o universo de uma personagem inspirada na vida de uma agricultora que nasceu e cresceu no meio rural de Botucatu. Dona Cida tem grande sabedoria sobre as plantas e seus ciclos naturais, formas de cultivo, os poderes de cura de cada espécie e seus usos culinários.

Uma vida inteira dedicada a observar e a cuidar da natureza e a oferecer sua sabedoria às crianças à sua volta. Muitas a procuram para curar uma dor de barriga, uma dor de cabeça, para cuidar da ferida de um machucado, elas sabem que podem contar com Dona Cida.

E é nesse ambiente que elas brincam, crescem e convivem com Dona Cida, criando uma relação de cuidado e afeto, e assim vão aprendendo o valor e o respeito pelo conhecimento tradicional, com o cuidado com a natureza e do modo de vida camponesa.

Um dos propósitos do projeto é valorizar, de maneira poética e sutil, a cultura do campo, seus conhecimentos e práticas tão importantes em nosso dia a dia, mas muitas vezes esquecidos e desvalorizados no cotidiano urbano. Por isso, o projeto quer chegar também nas crianças que moram nas cidades e nutrir o imaginário infantil com o encanto que a natureza da nossa região tem.

O livro Dona Cida pode ser utilizado na educação ambiental de crianças e de temas que envolvem comunidades tradicionais, mulheres do campo, agroecologia e soberania alimentar.

As ilustrações em aquarela apresentam a natureza com cores delicadas e próximas do real e o texto, de linguagem simples e rimada cativam, em especial, o público infanto-juvenil. Mas a beleza da obra pode ser apreciada por pessoas de todas as idades, pois o livro é um convite a lembrar e honrar pessoas como Dona Cida, que com sua sabedoria e afeto podem inspirar tanto

A autora

Bárbara Ipê é autora e ilustradora e Dona Cida é sua obra de estreia. Ela nasceu e cresceu em Botucatu e por alguns anos trabalhou em uma escola rural da cidade, onde eve contato próximo e cotidiano com a mulher que a inspirou a criar o livro. “Por dois anos eu fiquei observando Dona Cida e como ela criava relações de afeto com as pessoas que conviviam com ela. Com esse livro, quis trazer para o público a possibilidade de olharmos para as pessoas inspiradoras que estão presentes na nossa vida e que carregam essa sabedoria”, conta a autora.

Bárbara é formada em Oceanografia pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Atuou como pesquisadora de comunidades tradicionais de pesca artesanal. Possui experiência em educação ambiental, permacultura, Agroecologia e Populações Tradicionais. Atualmente é graduanda do curso de Pedagogia da Uninter.

Equipe do projeto Dona Cida:

Autora e Ilustradora do livro Dona Cida: Bárbara Ipê

Coordenadora geral e administradora: Adriane Aparecida de Morais –

Designer, Fotógrafo e Videomaker: Gabriel Marcondes Egestos

Este projeto foi viabilizado pelo Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo (PROAC) e Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

500 exemplares publicados.

Vendas no site da editora Patuá https://www.editorapatua.com.br/ e pelas redes sociais do projeto facebook e instagram.

Facebook: https://www.facebook.com/livrodonacida

Youtube: Bárbara Ipê

Lançamentos

LIVE de lançamento no canal do Centro Cultural Max Feffer

07 de agosto, sábado, as 10h.

No evento online, a  autora que irá contar sobre o processo de criação do livro e uma contadora de histórias vai narrar algumas histórias para crianças.

acesse: Centro Max Feffer

ENCONTRO FESTIVO PRESENCIAL no SERIEMA

21 de agosto, sábado, às 16h.

Para celebrar a arte do encontro com alegria e segurança, o lançamento do livro Dona Cida também acontece presencialmente no Centro Cultural Seriema.

Uma tarde mágica, com com contação de histórias para crianças, exposição das aquarelas originais da obra, venda de livros, sorteio de aquarela, distribuição de mudas de plantas medicinais e microfone aberto para contação de histórias. O espaço é aberto e amplo, com uso de máscara obrigatório.

 

 

 

 

 

Espaço Cultural Seriema

Sitio Caipirão – Demétria
Rod. Gastão Dal Farra, km 7,2 – Parque dos Pinheiros, Botucatu – SP, 18605-525