Botucatu deve inaugurar Pinacoteca em 2018 sem utilizar recursos públicos

Cultura
Botucatu deve inaugurar Pinacoteca em 2018 sem utilizar recursos públicos 26 setembro 2017

 

Mais um grande passo foi dado pela Prefeitura de Botucatu em busca do início das atividades da Pinacoteca, que irá funcionar no prédio do antigo Fórum do Município. O Ministério da Cultura aprovou, entre tantos outros no Brasil que não foram contemplados, o projeto que autoriza a Secretaria Municipal de Cultura a buscar instituições interessadas em apoiar o funcionamento do novo equipamento cultural, através da Lei Rouanet.

O Governo Federal permitiu a captação de mais de R$2 milhões, que serão aplicados durante o início dos trabalhos, para o custeio das exposições e elaboração de projetos educativos.

“Com essa aprovação, teremos agora a possibilidade de buscar recursos para a realização das atividades com a infraestrutura necessária e adequada para o atendimento a todos os públicos. Estamos muito felizes com essa conquista que é fundamental para a realização deste sonho chamado Pinacoteca”, afirma Cláudia Bassetto, Diretora de Patrimônio Artístico da Prefeitura de Botucatu.

“É importante lembrar que nossa primeira viagem a Brasília, juntamente com o Deputado Fernando Cury, teve o objetivo principal de buscar o financiamento privado das operações da Pinacoteca. Nunca pensamos em não dar prosseguimento nesse sonho, mas sim, de não usar recursos públicos para isso. Assim poderemos priorizar investimentos na saúde, segurança, educação e na zeladoria da cidade. Avalio essa aprovação como uma grande vitória da população de Botucatu”, cita o Prefeito Mário Pardini.

A Secretaria tem agora noventa dias para conseguir recursos com interessados em custear o projeto cultural. O auxílio vindo através da Lei Rouanet é descontado das obrigações fiscais dessas instituições.

“Algumas pessoas foram fundamentais para que esse processo avançasse, especialmente o ex-prefeito João Cury, além do Deputado Estadual Fernando Cury, do ex-ministro da Cultura Roberto Freire e do atual ministro, Sérgio Sá Leitão. Todos  colaboraram diretamente para a aprovação do projeto e nós temos que agradecê-los”, finaliza Pardini.

Além da Pinacoteca, o Museu Histórico e Pedagógico “Francisco Blasi” também teve seu projeto aprovado pelo Ministério da Cultura. Foi permitida a captação de aproximadamente R$ 465 mil para instalações e exposições, também via Lei Rouanet.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento