Bailarina botucatuense é convidada para intercâmbio na Alemanha após prêmio em festival

Giovanna Picelli é aluna da Escola Artistas S/A

Foto Acontece Botucatu

A bailarina botucatuense Giovanna Picelli, de 14 anos, conquistou recentemente importantes prêmios em tradicionais festivais de dança no país e como consequência, foi indicada para bolsas e intercâmbio em grandes centros mundiais da dança. Aluna da Escola Artistas SA, Giovanna tem uma vida dedicada a essa arte e os resultados estão surgindo com naturalidade.

Giovanna durante apresentação e ao lado da professora Yasmin Eduarda: ‘Talento e dedicação’ (Reprodução Facebook)

Recentemente ela participou de um curso em São Paulo e ao final, em uma audição com os melhores bailarinos, foi selecionada para um intensivo no Summer do Joffrey Ballet, nos EUA. Ainda no mês de maio, Giovanna ganhou o prêmio de melhor bailarina do Festival de Dança de Ourinhos, além de ter sido selecionada para participar do Festival de Danças de Joinville, o mais importante do país.

Mas outra grande conquista veio no dia 28 de maio, quando a bailarina participou do Dance Fest, em Barra Bonita, vencendo como melhor talento do evento. O prêmio para essa importante conquista foi uma bolsa para fazer um intercâmbio na Alemanha em 2018, no período de janeiro a fevereiro, fato comemorado por todos.

“Eu danço desde os 4 anos, mas foi aqui na Artistas S/A que me orientaram corretamente e eu consegui o desenvolvimento correto para a dança, pois antes disso eu não tinha muita noção sobre técnicas. Agora a expectativa é grande para esse intercâmbio na Alemanha, que é para onde sempre quis ir. Será uma experiência muito legal”, conta Giovanna Picelli.

Yasmin Eduarda da Artistas S/A: “Ela tem um talento natural”

Na Alemanha Giovanna poderá fazer audições em companhias orientadas pelos organizadores, além de audições em escolas, acompanhando o cotidiano de uma companhia profissional. Esse período na Europa será uma recompensa ao talento da bailarina.

A Professora Yasmin Eduarda, da Artistas S/A, acompanha Giovanna há quase cinco anos e é testemunha da dedicação de sua aluna. Como não poderia deixar de ser, está eufórica com as conquistas.

“Estou muito orgulhosa, muito feliz, mas a Giovana é bastante dedicada, sempre foi. Ela tem um talento natural, é disciplinada, busca aprimorar sempre a técnica, faz bastante curso, participamos sempre de festivais e ela faz bastante workshop, enfim, é merecedora de tudo e nos enche de orgulho. Indo para a Alemanha, ela poderá ver até mesmo se é isso que ela quer para a vida dela”, comenta a Professora.

“Ela vive isso de uma forma muito intensa”, diz o pai José Roberto

O Pai, José Roberto Picelli, é testemunha da dedicação da filha todos os dias. Ele não esconde o orgulho com o talento de Giovanna.

“Estou muito orgulhoso. Ela ama dançar, tem determinados dias que ela treina tanto, que nem conseguir ir para escola, de tão exausta. Ela sempre foi muito, muito dedicada e depois que a Yasmin passou a ser sua professora, ela se desenvolveu muito, em um nível muito maior. Ela vive isso de uma forma muito intensa”, relata o pai.

Sócio-Diretor da escola Artistas S/A, o empresário Murilo Carbonari já testemunhou o nascimento de diversos talentos. Vibrando com os recentes resultados, mostra um carinho especial pelo momento vivido pela aluna Giovanna.

“Orgulhoso igual ao pai. Semestre com muitos resultados, teve o nosso aluno Lucas, que foi classificado para o Bolshoi, a Lara que ganhou uma bolsa para a Companhia Paulista de Dança. Tudo isso é a certeza que o trabalho está sendo bem feito e principalmente com a ação da Yasmin, que além de criar um ambiente de família com os alunos, os encaminha para voos maiores”, coloca Carbonari.

Murilo Carbonari: “Tudo isso é a certeza que o trabalho está sendo bem feito”

A escola Artistas S/A recebeu outros prêmios especiais do júri no Dance Fest de Barra Bonita:

– Bolsa para intercâmbio na Alemanha- bailarina Giovanna Picelli

– Melhor trabalho educacional: coreografia Petite Danseurs

– Melhor talento do festival: Giovanna Picelli

– Melhor destaque de corográfico: Fábio Merlin

– Melhor coreografia do festival: Pesadelo de menina Espaço de danças