A SOLIDARIEDADE DA NOSSA GENTE SEMPRE FAZ TODA A DIFERENÇA!

 

Foto Malu Ornelas

Que momento triste e bastante preocupante a nossa sociedade está vivendo! Quanta angústia e sofrimento, muitos dos nossos irmãos têm enfrentado com essa Pandemia – que parece não querer nos deixar em paz! Quem diria que, a miséria e a fome, voltariam a “mostrar a sua cara”, em muitos lares da nossa acolhedora e hospitaleira cidade! Que pena! Aliás, essa Pandemia não serviu apenas para dizimar, mas também para trazer de volta esse triste quadro que, há muito, não se via aqui em Botucatu. Meu Deus! O que seria dessas pessoas, não fosse a generosidade da população botucatuense?

Não quero adentrar o mérito da discussão que é “figurinha carimbada” em todas as redes sociais, quando o assunto se refere às medidas sanitárias, ou seja, os tais “protocolos” impostos pelos nossos representantes como medidas obrigatórias, durante todo o transcorrer do caos sanitário que assolou o mundo todo. Mesmo sendo, ferrenhamente contra um “montão” delas, por exemplo, o “fecha tudo” e o “toque de recolher”, prefiro ater-me às causas positivas que conquistamos durante todo o desenrolar dessa indigesta situação. Quem me faz companhia sabe do quanto “corro atrás” de parceiros (e parceiros), que me ajudem na consolidação de alguns projetos que visam dar suporte àqueles que precisam de socorro. E tem mais, apesar de não acreditar em nada do que o nosso Governador coloca em prática, tal a sua incompetência (a meu ver), acredito (e muito) nas qualidades e comprometimento demonstrados, desde que foi eleito pela primeira vez, do nosso Prefeito Municipal Mario Pardini. Na minha modesta visão, muito do que foi feito (de certo ou errado) em Botucatu, com vistas a combater o Coronavírus se deu por conta de “ordens” vinda do Palácio dos Bandeirantes.

Ao longo dos últimos meses, muitas instituições, empresas, trabalhadores liberais se juntaram ao nosso abraço. Da mesma forma, um “punhado” de cantores renomados (Gilberto & Gilmar; Sérgio Reis; Fiduma & Jeca; Hugo & Thiago; a princesinha Nicoly, o ídolo de todos os brasileiros, meu amigo Fábio Júnior e o EMBAIXADOR das Casas de Apoio do HC, Mato Grosso, da renomada dupla, Mato Grosso & Mathias), em nome da pobreza, da fome e da miséria, fizeram apelos e apelos para que a nossa gente nos ajudassem com doações de alimentos. Graças ao bom Deus, a generosidade de toda a população e a esses pedidos, conseguimos ajudar centenas de famílias. Por sinal, no aniversário do 12º Batalhão do Policiamento do Interior, oportunidade em que o seu Comandante, o também meu amigo, Tte Coronel José Semansati Junior, numa iniciativa “pra” lá de louvável, trocou as festividades comemorativas, por uma arrecadação de cestas básicas. Acredite! Ao final dessa maravilhosa “empreitada do bem”, 234 cestas de alimentos e quase 700 litros de leite longa vida foram arrecadadas. Esse acontecimento não teve somente as bençãos divinas. Também fomos condecorados pela Câmara Municipal de Botucatu que, através de uma propositura do Vereador Laudo Gomes da Silva, cumprimentou a todos os envolvidos. Eta “nóis”!

Ainda mostrando a força da nossa gente no quesito GENEROSIDADE, durante aquela marcante domingueira (16/05), em que aconteceu a VACINAÇÃO EM MASSA aqui na terrinha, mais de oitenta toneladas de mantimentos foram doados à Secretaria de Assistência Social do Município pela gente “botucuda”; por sinal, quando “estufei o peito” para citar esse acontecimento histórico, no meu último texto, me esqueci de falar da participação importante (como sempre) de um dos empresários mais generosos que conheci em todo este meu viver, meu amigo José Geraldo Batista, o queridíssimo de muita gente, Geraldinho da Aquário, proprietário da Transportadora PHENIX. Esse moço teve a incumbência de colocar um caminhão da sua frota, em cada ponto de vacinação, por toda a cidade. Mil desculpas, grande Geraldinho.

“Bão”, como citei no início deste meu “conto” que a fome, infelizmente voltou, e continua causando dores e sofrimentos em muita gente e, em vários pontos da cidade, não só naqueles bairros periféricos como antigamente, o nosso grupo, saiu à procura de algo que nos desse suporte para continuarmos “fazendo a nossa parte”. Glória! Com as graças DELE, o nosso PAI, nos próximos dias, realizaremos outra campanha idêntica à realizada pela Corporação da Polícia Militar. Desta vez, os nossos amigos da SABESP – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo – serão a nossos parceiros. Não tenho dúvidas de que alcançaremos o mesmo sucesso, até porque, tenho certeza, que tanto a população como todos os nossos amigos artistas participarão dessa corrente.

Por fim, quero convidar a todos, empresários, comerciantes, profissionais liberais e a sociedade como um todo, para nos abraçar nessa nossa nova tarefa. Se Deus quiser, com a união de todos, conseguiremos levar o que de comer a muitas famílias – cuja maioria é formada por muitas crianças – que, diferentemente de muitos de “nóis”, sequer conseguem pagar as  suas contas do consumo de água e energia elétrica. Venham com a gente!

Rubens de Almeida – Alemão/alemao.famesp @gmail.com