SALVE, SALVE A SOLIDARIEDADE DA NOSSA GENTE!

Prezado leitor prometo não ultrapassar o limite do seu bem estar, muito especialmente, seu direito de não ser importunado, com “coisinhas” dessas, que nos deixam enfurecidos.

Serei “curto e grosso”, como no dito popular. Estamos vivendo um momento desesperador: se “apertar” aqui, ali ou acolá, ninguém tem resposta pra nenhuma das perguntas que estão “perambulando” nos ares, pelos quatro cantos dessa rica NAÇÃO de nome Brasil.

Vamos lá minha gente! O nosso dia a dia está enlouquecedor, por conta dessa malfadada Pandemia. Tudo tem que “passar” por ela. É gente sendo internada diariamente, em todos os hospitais da cidade – aliás, desde o início desse trágico momento na vida de todos “nóis”, nunca se internou tanta gente assim – algo que jamais a nossa gente imaginava ter de passar, após a VACINAÇÃO EM MASSA, que aconteceu, no último dia 16 de maio. TÁ BOM! Não foi falta de orientação à sociedade, por parte das nossas autoridades que alertaram os vacinados de que a imunidade satisfatória só se obtém com a segunda dose, ainda assim depois de cerca de trinta dias, mais ou menos. Porém, não sei se foi euforia pelo milagre alcançado por Botucatu, ou desinformação; nossa sociedade esqueceu os devidos cuidados e deixou de fazer a sua parte. Claro que, mesmo com algum prejuízo causado, esses dissabores serão superados. Agora, vou exercer a minha cidadania e repudiar tudo (ou quase tudo) o que tenho visto nas redes sociais, afinal, queiram ou não, as redes sociais, movimentam (não quero emitir a minha opinião sobre a sua importância) tudo e todos, nos dias atuais!

Querido leitor, tenho visto e ouvido, alguns cidadãos “importantes”, da esfera nacional dessa nossa política maldita, desses que têm seus “currículos” todinhos manchados, comprometidos com a vergonha e com a indecência, destratar pessoas respeitáveis, num tal “cabaré”, montado para provar o improvável (a tal CPI da COVID) e, se isso não fosse suficiente, abusar do direito de exercer o seu papel como homem público, coisa que essa maioria absoluta que “milita” no Congresso Nacional não faz por merecer. VERGONHA! Mas, vamos adiante. Outro “ABUSO SEM DIMENSÕES”: está ocorrendo agora num dos lados mais “badalados” pelos brasileiros, ou seja, no futebol. Outra vergonha! Meu Deus, sabemos que a vida tem que continuar – confesso que não sentiria falta nenhuma desse esporte, até porque, esses profissionais, se acham “todos poderosos”, tais os salários que ganham em seus clubes – consequentemente, os campeonatos têm de ir adiante. E estão caminhando. Somente aqui em nosso país, nada menos, do que doze campeonatos, alguns internacionais, estão de “vento em popa”.  Vida que segue né! De repente, uma onda “misteriosa”, vinda de um veículo de comunicação, que até outro dia era respeitável (a tal Rede Globo), e de outros “picaretas”, estapafúrdios e mais que ridículos, pleiteiam a não realização da COPA AMÉRICA, por conta da Pandemia. Que absurdo! Duro é que o treinador da Seleção Brasileira, que outro dia disputou um jogo pelas eliminatórias da Copa do Mundo, aqui no Brasil (em Porto Alegre), o senhor TITE, que ganha a “bagatela” de um milhão de reais por mês, juntamente com outros “astros” dessa mesma seleção, estão assinando um “documento” para essa competição não acontecer este ano aqui no país. Isso é o FIM dos FINS!

Vamos deixar esse festival de hipocrisias de lado e nos ater a maravilhas divinas. “Nóis”, cidadãos do bem, sempre adoramos falar de coisas boas e, não será hoje que vamos nos esconder. Nesta segunda feira, dia 07 de junho, a nossa conceituada Rádio Municipalista de Botucatu, a queridíssima “Rádio do Povo”, tendo ao lado os amigos da SABESP (Maurício Tapia, Superintendente: Sandro Henrique Brambilla Ramos, Gerente de Divisão; Marcelo Rogério Machado Franco, Gerente do Setor Administrativo; Maria Angélica Santo Galvani, Gestora de Comunicação; Erika Cristiane Vendrami, Coordenadora da equipe de voluntariado, meu irmão Vagner Carreira, responsável direto pra este evento acontecer, e todo o colegiado de servidores dessa empresa maravilhosa); com todos os unespianos, em especial o seu Reitor, Professor Doutor Pasqual Barreti, deram a largada dessa maiúscula campanha de arrecadação de cestas básicas. Obviamente que esse evento alcançará sucesso absoluto, exatamente como foram os anteriores. A nossa sociedade tem acompanhado, bem de pertinho, o caos que essa Pandemia tem causado à nossa gente, principalmente àqueles que foram mais e mais, lesados com essa crise sanitária. Muita gente, na periferia da cidade tem enfrentado os mais tristes revezes em termos de dificuldades de sobrevivência. E tem mais, nada menos do que o “botucatuense” mais honrado e mais ilustre, acabou escolhido pelos organizadores, para ser o “PADRINHO” dessa grandiosa e importante ação de solidariedade: o renomado cantor e ídolo de todos os brasileiros, meu amigo DANIEL. Glória!

Então gente, essa Pandemia parece não querer mesmo, nos deixar em paz. Porém, com as graças de Deus, o comprometimento de toda a equipe do nosso jovem Prefeito Municipal, Mario Pardini, de seus aliados médicos, em especial o Doutor André Spadaro, Secretário de Saúde do Município, e de toda a cúpula do Hospital das Clínicas da UNESP, maravilhosamente bem comandada pelo mestre André Luiz Balbi, Superintendente daquela gigantesca “Casa de Saúde”, que ampara uma imensa região do Estado, certamente, logo, logo voltaremos à nossa normalidade. No entanto, no quesito SOLIDARIEDADE, vamos precisar de algo mais, até porque, essa doença não nos proporcionou apenas a perda de entes queridos, ela massacrou e continua judiando de grande parte da nossa sociedade. A FOME só não aconteceu num vulto maior, porque a generosidade da população botucatuense chamou pra si, os desafios dessa trágica batalha. Aliás, como um dos muitos “voluntários de carteirinha” que participaram de todas as correntes do bem, que aqui se realizaram, preciso “estufar o peito” e, de um jeitinho bastante humilde, agradecer todos aqueles amigos que jamais deixaram de me atender, quando propusemos chamar a nossa gente a “partilhar o pão”. Foi assim com todos os meus amigos cantores (Matogrosso, da dupla, Matogrosso & Mathias; Hugo & Thiago; Fiduma & Jeca; Gilberto & Gilmar; o fantástico Sergio Reis; a minha Princezinha Nicoly, e o ídolo de todos os brasileiros, meu amigão Fábio Junior), e com todos aqueles cidadãos comuns e empresários (se Deus quiser, terei imenso prazer em agradecer um a um, oportunamente), que entenderam a importância do meu chamado.

A partir de hoje, 07 de junho, até o dia 21, arrecadaremos cestas básicas e, com o coração “pulsando mais forte”, destinaremos às pessoas que estão brigando com o outro “lado da moeda”, ou seja, aquelas famílias que estão “lutando” contra a FOME. Você que sempre nos fez companhia nesses tristes momentos e, quer ajudar, ligue pra “nóis”: 99631 6516/998377163. Vamos buscar a sua doação, bem como, podemos lhe orientar na realização fácil do seu intento de ajudar, não saindo de casa. Temos alguns parceiros comerciantes, por sinal, todos sensíveis ao nosso intuito, que fazem com prazer, a sua parte na execução desse programa.

Por fim, quero de coração, agradecer quatro amigos especiais, que estão sendo decisivos neste meu anseio de ajudar os que precisam de ajuda. Esses amigos jamais mediram esforços para atender os meus pedidos visando colocar, na linha de frente, pessoas especiais, artistas que nos ajudaram em tudo e que fizeram toda a diferença no chamamento da nossa população para nos abraçar. Obrigado por tudo queridos amigos, Django Silva, Hamilton Regis Policastro, Silvio Finato, José Roberto Santos e o simpaticíssimo Vandinho, da cidade de Brotas. Eu sou vocês, meus irmãos!

Rubens de Almeida – Alemão/[email protected]