ETA VIDINHA DANADA! AGORA “NÓIS É” CIDADÃO BENEMÉRITO DE SÃO MANUEL!

Então prezado leitor, esta nossa vidinha é mesmo uma preciosidade! Quando menos a gente espera, vem lá um reconhecimento, desses que alegram nossa alma. Como é bom viver ao lado DELE; estar à disposição DELE; enfim, fazer o que ELE mais gosta: ABRAÇAR O PRÓXIMO!

Foi exatamente isso que aconteceu comigo na noite da última terça-feira (10/12), quando recebi na Casa de Leis da cidade de São Manuel, junto de outras cinco figuras expressivas daquele município, as glórias dos representantes da população local, que me outorgaram o título de ‘CIDADÃO BENEMÉRITO” daquela localidade. Eu, que já tinha sido contemplado com o título de “BOTUCATUENSE EMÉRITO”, até porque, sou filho aqui da terra, voltei a viver uma emoção indescritível. Que incrível!

Muitos amigos botucatuenses (Professor Doutor, José Carlos Souza Trindade, meu eterno Reitor da UNESP; Doutor André Balbi, querido Superintendente do HC; Professor Pasqual Barretti, meu padrinho nas Casas de Apoio; Laudo Gomes da Silva, atuante vereador da terrinha; minha estimada amiga Solange de Moraes, uma pérola que me acompanha dia após dia, nas nossas Casas de Apoio; Tenente Coronel Fernado Agrella, Comandante do 12º BPM I; o Tenente Coronel José Semensati Junior, digno Comandante do 53° BPM I, com sede em Avaré e muitos outros); além, é claro, de integrantes da minha maravilhosa família, entre elas, a minha esposa Rose, a minha sobrinha Maria Lúcia de Almeida, e a filhona Fernanda Carla, lá estiveram e rechearam, ainda mais, a noite em que recebi tão grata honraria.

Mais uma vez, Deus me proporcionou um marco bastante especial, cheio de emoções e uma alegria inenarrável. Foi muitíssimo prazeroso ouvir o cerimonial – por sinal, excelentemente comandado pelo “maestro” Luiz Correa – contar um pouquinho da minha trajetória por este mundinho injusto com muita gente. Ainda mais agradável, foi receber os cumprimentos de amigos que contribuíram (e muito) com esses frutos que

não paro de colher.

Durante a solenidade, confesso que não deixava de me lembrar dos caminhos que percorri, ao lado do meu amigo irmão, Pasqual Barretti, que, sem sombra de dúvidas, junto do também meu amigo, Doutor Antonio Rugolo Junior, do “engenheiro” Silvio Geraldo “Dindo” dos Santos e de uma das mais lutadoras do bem, de todas as mulheres que conheci, ao longo de minha vida, Solange de Moraes, foram os maiores responsáveis pela existência das quatro Casas de Apoio.

Também passaram pela minha cabeça, os ensinamentos (não só na área de Nutrição, mas, de como viver bem) que tive do Catedrático Professor Nelson de Souza, um chefe com quem vivi amigavelmente por três décadas seguidas; a minha estada por quatro anos na Reitoria da UNESP, ao lado do queridíssimo e eterno Reitor, Professor Doutor José Carlos Souza Trindade; do meu amanhã aqui no nosso Hospital das Clínicas, até porque, meu estimado Comandante Doutor André Balbi, além de contar muito comigo, ele acredita bastante no meu trabalho; e, por fim, a saudade que sinto de dois baluartes da SOLIDARIEDADE, com quem aprendi muito, mas que infelizmente, não estão mais entre nós: meu “paizão” Doutor Plinio Paganini, o “home” que construiu tudo lá na nossa querida e amada Associação Atlética FERROVIÁRIA e que, ainda menino, levou-me pra lá, onde hoje estou Presidente, ou melhor, sentado na cadeira que é, e sempre será dele – como aprendi abraçar os outros com este senhor! – só Deus explica isso!

E, outro fenômeno do mundo da pobreza, da fome e da miséria: meu inesquecível irmão Orlando de Almeida. Esse era, de fato, um “avião”! Tudo o que “caia no seu colo” era resolvido. Com ele não tinha “tempo ruim”. Vivia, com intensidade para o próximo! Tanto que até hoje o vazio deixado pela sua ausência continua grande. Mas, assim é a vida!

Enfim, prezado acompanhante dos meus “contos” semanais, como disse: este nosso viver, é desse jeito mesmo! As pessoas passam em nossas vidas e deixam rastros enormes de saudades. Que Deus, na tua Infinita Bondade, também me oferte a alegria de saber que quando eu partir, deixarei por aqui, saudades e bons ensinamentos.

Encerrando este meu “causo” quero deixar o meu carinhoso abraço à estimada vereadora, Alessandra Guimarães Moreti, autora do projeto de Lei que me concedeu esse maravilhoso Título de “CIDADÃO BENEMÉRITO” de São Manuel. Querida amiga, este seu irmaozão continuará sempre a sua disposição, afinal, temos algo em comum, ou seja, nossos ideais foram semeados no mesmo direcionamento: o nosso BERÇO. Muito obrigado por tão nobre homenagem!

Com o mesmo carinho, abraço outro ser maravilhoso que me faz companhia, cotidianamente e, com quem divido muitas honras recebidas dos hóspedes das Casas de Apoio: meu amigo Luiz Fernando Rodrigues, o “moço” que está correndo atrás de nos ajudar nesta empreitada grandiosa que temos.

Se Deus quiser, na semana que vem contarei um “causo” que “chacoalhou” o coração de todos nos, integrantes desse “time”, que cuida de gente e que luta, arduamente, para que, pelos menos fome, as pessoas que nos procuram, não passem. Falarei da maravilhosa campanha de arrecadação de alimentos que todos os funcionários da GNUTRA INDÚSTRIA E COMÉRCIO DE PRODUTOS ALIMENTÍCIOS E NUTRICIONAIS, realizaram em prol dos nossos projetos. Eta “nóis”!

Rubens de Almeida – Alemão/alemao.famesp@gmail.com