ESSE NOSSO BRASIL PARECE MESMO NÃO TER MAIS JEITO!

Caro leitor, este nosso país ao que parece não tem mesmo mais jeito, afinal, o que se vê de escândalos, dia após dia, envolvendo a classe política – que não se alinha de modo algum – é algo assustador; tudo o que esse novo governo (que se diga, foi eleito democraticamente) quer fazer vem lá os “opositores” e fazem um “auê” danado. Poucos dos nossos representantes estão preocupados, por exemplo, com o drama que vem castigando muitos dos nossos irmãos que estão desempregados (mais de 15 milhões). Não precisa nem falar do caos que está a saúde, a educação e também a falta de segurança que “damos de frente” em todos os cantos, de norte a sul desse país, cujas leis somente são utilizadas em determinadas ocasiões. Que pena! Aqui está tudo de “ponta cabeça”!

Não bastassem os canais de televisão explorar demasiadamente esses “abusos” ao longo de todo dia, agora as tais redes sociais também ficam “bufando” coisas estúpidas como: “Fora Bolsonaro”  ou “Lula Livre”. É o fim dos fins. Já passou da hora de acordarmos e pensarmos lá na frente. No bem estar das gerações futuras.

Como brasileiro já em fim de carreira, até porque, completei em dezembro passado cinquenta e dois anos com Carteira de Trabalho assinada, cinquenta dos quais, como SERVIDOR PÚBLICO, lá na nossa “faculdade” de Rubião Junior (por sinal, carteira assinada é uma raridade na “vida” dessa turminha do contra), confesso que gostaria de ver, urgentemente, os três Poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário) falando a mesma língua e se entendendo para que saíssemos desse buraco que nos colocaram. Agora a água já rolou, se tiver de fazer REFORMAS, que se façam. Se precisar “enxugar” aqui, ali e lá, que gastem o “pano” necessário para tal. E, principalmente, que acabem com essa bagunça generalizada que está ganhando proporções intragáveis, em defesa de cidadãos que não cumpriram com o dever de CIDADANIA, ao desviarem dinheiro público. Aos olhos de quem preza DIGNIDADE, quem comete crimes tem que pagar por eles e, se roubou dinheiro público, tem que devolver tudo aos cofres da Nação.

Quero crer que dias melhores teremos pela frente, até porque, OTIMISMO sempre fez parte do meu viver. Sinto que algumas correntes fortes estão SIM pensando, especialmente no futuro das nossas crianças. Muita coisa já mudou nesses seis meses deste governo. Poderia ter sido melhor, porém, a turminha do “quanto pior melhor”, esteve em franca “atividade” nesse tempo todo, dai… . Agora precisamos, tão somente, darmos as mãos e entender que o sacrifício de todos, somados a riqueza que o nosso país tem, serão mais que suficientes para voltarmos a ser um povo feliz, uma sociedade digna. Precisamos também deixar de lado essa “briga ideológica” atiçada por partidos políticos, que não nos direciona a nada, a não ser, a um buraco ainda maior; aliás, nessas mesmas redes sociais existem picaretas intitulados de políticos, que falam, falam e não conseguem dizer nada, mesmo estando utilizando a boca para determinados “pronunciamentos”.  Óbvio que respeito, no entanto… .

Ah, não poderia deixar de registrar o meu repúdio em relação a um fato ocorrido, nos últimos dias, com o nosso já falido futebol brasileiro: o jogador Neymar (o famoso cai, cai) chegou para o treino da seleção brasileira de helicóptero. Meu Deus! Será que esse “mocinho mimado” (que não ganhou título expressivo algum para o Brasil até agora e, novamente ficou “dodói”, estando fora de outra copa), tem conhecimento que a fome e a miséria ainda são os maiores aliados de milhões de brasileiros? Será que nenhum dos seus “assessores” – nem o seu pai que, até anos atrás, era mais um trabalhador na cidade de Santos – teve a coragem de mostrar-lhe a realidade que o Brasil vem enfrentando? A nossa seleção está disputando uma Copa entre os países da América do Sul aqui nesta terrinha abençoada chamada Brasil e, na minha visão, este seria um momento importante para todos os astros se solidarizarem com os brasileiros e darem a sua contribuição para um mundo sem fome e sem miséria para todos, afinal, os países sul-americanos, sem exceção, passam por problemas e o futebol é um esporte que une as pessoas. Profundamente lamentável!

Todo torcedor brasileiro sabe do abuso que vem norteando o “mundo da bola” em nosso país, em especial, os salários dos jogadores brasileiros. Esses profissionais representam uma ofensa a todo trabalhador brasileiro cujo salário mínimo passa um pouquinho dos mil reais. Confesso que gostaria de saber de onde vem tanto dinheiro para custear a folha de pagamento dos clubes.

Aliás, caro Presidente, Jair Messias Bolsonaro, “nóis” brasileiros, achamos que já passou da hora do senhor cumprir aquela promessa de campanha que deixou a maioria do povo brasileiro feliz: reformular tudo o que diz respeito ao IR – Imposto de Renda. Comece fazer isso pelos profissionais da bola, até porque, um país onde grande parte da sua gente enfrenta dificuldades de sobrevivência, não se deve permitir que, algum profissional ganhe até um milhão de reais por mês. Isso é um abuso enorme!

Por fim, como PATRIOTA quero que esse slogan (PATRIA AMADA BRASIL!) que vem sendo utilizado pelo Ministério da Educação e Cultura em todas as suas chamadas, via TV, seja, de fato, a nossa maior Bandeira.

Rubens de Almeida – Alemão/alemao.famesp@gmail.com