Vigilância encontra morcegos infectados com vírus da raiva em Botucatu

 

Foto ilustrativa internet

Uma notícia preocupante. A Vigilância em Saúde Ambiental encontrou três morcegos infectados com o vírus da raiva em Botucatu. Dois mamíferos foram resgatados na Fazenda Lageado e um no Jardim Dona Nicota.

Os três morcegos são insetívoros, ou seja, se alimentam de insetos e não tiveram contato com pessoas ou animais. Mesmo assim, a VAS fará um monitoramento das colônias destes morcegos.

A Vigilância também vai executar no próximo sábado, dia 23, uma campanha extra de vacinação em cães e gatos. O procedimento será feito das 9h00 às 13h00, em um posto de vacinação antirrábica na Secretaria de Saúde.

O objetivo é atender, principalmente, cães e gatos dessas regiões e também os animais que não foram vacinados no ano de 2017. Até agora, nenhum animal (cão ou gato) foi diagnosticado com o vírus.

“A gente orienta que os moradores dessas regiões possam levar seus animais para a vacinação no sábado. Também pedimos para os proprietários que perderam o calendário deste ano, que possam levar também seus cães e gatos para a vacinação”, disse ao Acontece Botucatu Valdinei Campanucci, Supervisor de Serviços de Saúde Ambiental e Animal.

Caso um morcego entre em casa, a pessoa deve manter a calma, apagar as luzes, abrir as portas e janelas, pois o animal encontrará a saída. Ao encontrar um morcego caído, a pessoa também deve evitar contato. O ideal é colocar um balde ou caixa de papelão sobre o morcego e ligar para a Vigilância Ambiental em Saúde que providenciará o resgate pelo telefone 3813-5055 ou 150.

A Unidade de Vigilância de Zoonoses (Canil Municipal) também é um posto permanente de vacinação contra a Raiva e atende na Avenida Itália, s/n – Lavapés, de segunda a sexta-feira das 7h30 às 16h30.