Vigilância Ambiental em Saúde realiza nova ação em combate à dengue no Jardim Paraíso

Cidade
Vigilância Ambiental em Saúde realiza nova ação em combate à dengue no Jardim Paraíso 16 março 2022

Regiões de difícil acesso da região norte receberão larvicida biológico para combater possíveis criadouros do Aedes aegypti.

Nesta quinta-feira, 17, a partir das 6 horas da manhã, a Vigilância Ambiental em Saúde (VAS) fará a pulverização de larvicida biológico em 5 quarteirões do Jardim Paraíso, onde se concentram casos de dengue autóctones (contraídos no bairro). A ação busca interromper o ciclo de transmissão da dengue na região norte, que registra 4 casos autóctones confirmados.

A VAS vem intensificando as ações de combate ao mosquito Aedes aegypti, com visitas casa a casa, e considerando a dificuldade em acessar os imóveis, adotou a pulverização do larvicida biológico (BTI) como estratégia de atingir locais de difícil acesso, onde há possíveis criadouros do mosquito.

Segundo Valdinei Campanucci, Coordenador de Programas de Saúde: “este produto não é um veneno, portanto, não agride o meio ambiente, a saúde da população e dos animais, agindo apenas nas larvas do mosquito Aedes aegypti, em criadouros inacessíveis aos agentes de combate as endemias”.

Os agentes de combate as endemias são profissionais capacitados que identificam recipientes existentes que podem se tornar criadouros de mosquitos e intervêm de maneira oportuna para barrar a proliferação do mosquito. Porém, o índice de imóveis não trabalhados no raio de bloqueio ultrapassa os 40%, sendo, a quantidade de moradores que recusam as visitas dos agentes correspondente a 22% deste total.

Ainda de acordo com Valdinei Campanucci: “é um erro acreditar que os criadouros do mosquito Aedes aegypti se resumem a materiais jogados nos terrenos baldios, na beira dos rios, entre outros locais. Na verdade, 80% dos criadouros estão nas residências; são as calhas e canaletas com mau escoamento d’água, ralos internos e externos, pratos de plantas, brinquedos e outros objetos mal armazenados que acumulam água da chuva, bebedouros de consumo animal, entre outros materiais com água parada que não recebem manutenção adequada. ”

Em 2022 são 6 casos de dengue confirmados: 2 importados e 4 autóctones (contraídos no bairro).

Durante a ação, recomenda-se não deixar roupas no varal, para não manchar. Em caso de ventos fortes ou chuva a atividade será reagendada.

Mais informações:

Secretaria Municipal de Saúde

Rua Major Matheus, 07, Vila dos Lavradores

Telefone: (14) 3811-1609

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento