Vereador quer transformar Gastão Dal Farra em estrada-parque

Nos últimos anos, a Rodovia Gastão Dal Farra, em Botucatu, se transformou em uma das vias mais importantes e movimentadas da cidade. Com o crescimento populacional naquela região, o aumento do tráfego de veículos fez com que aumentasse o número de acidentes, inclusive com vítimas fatais, e também tem resultado no atropelamento constante de animais silvestres.

Mesmo após ter sido parcialmente duplicada – a primeira etapa teve início em 2017 e a segunda está em andamento atualmente – a Rodovia ainda precisa de atenção. Nas últimas semanas foram aprovados três requerimentos do  vereador Lelo Pagani (PSDB) envolvendo a Gastão Dal Farra.

No dia 12 de julho, a Câmara Municipal de Botucatu aprovou documento de autoria do parlamentar solicitando a municipalização da Rodovia, com o objetivo de agilizar as medidas necessárias para a segurança de todos que circulam pelo local.

Pagani também reivindicou a instalação de rotatórias na confluência da Rodovia Gastão Dal Farra com a Avenida Odilon Cassetari, como também na confluência com a Avenida Demétria.

Juntamente como vereador Palhinha, presidente da Câmara Municipal de Botucatu, Lelo Pagani ainda solicitou a colocação de lombadas na rodovia, bem como uma passagem de fauna subterrânea. Trata-se de um dispositivo para que animais silvestres possam atravessar a rodovia para acessar a área de cerrado do lado oposto, com menor risco de serem atropelados, além de potencialmente causarem acidentes envolvendo os usuários da via.

Por fim, o vereador, também por meio de requerimento, solicitou que a Gastão Dal Farra seja transformada em uma Estrada-Parque, com o objetivo de conservar a área natural e, consequentemente, proteger a fauna e flora que a margeiam. Pagani ainda reforçou a necessidade de duplicação da referida rodovia pelo alto fluxo de veículos que circulam diariamente pelo local.

“Sabe-se que nosso município é conhecido por suas belezas naturais e pela grande diversidade de fauna e flora, porém o desenvolvimento urbano exponencial tem apresentado grandes desafios em relação a conservação ambiental. Um exemplo, infelizmente, são os acidentes envolvendo animais silvestres, em especial tamanduás-bandeira, que vem ocorrendo, com frequência, na Rodovia Gastão Dal Farra, causando irreparável perda ambiental e grande preocupação e comoção da população. Em um intervalo inferior a um ano foram atropelados cinco tamanduás-bandeira adultos, incluindo uma fêmea prenha, em um trecho de pouco mais de 1 km da rodovia.”, justifica o parlamentar.

Segundo dados da Concessionária Rodovias do Tietê, em 12 anos de concessão da empresa na Rodovia Gastão Dal Farra, foram realizados 16 atropelamentos de animais. No entanto, somente entre os anos de 2020 e 2021 foram registrados acidentes envolvendo 8 tamanduás-bandeiras.

Integração homem-natureza

As Estradas-Parque possuem formato e dimensões definidos pela percepção das paisagens naturais e culturais por elas percorridas e, desse modo, promovem a integração homem-natureza por contribuírem com a proteção da diversidade biológica e o uso sustentável da região de sua influência.

Os três requerimentos aprovados em plenário foram encaminhados ao prefeito Mário Pardini; ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER), a Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (ARTESP) e a Concessionária Rodovias do Tietê.

Com informações Vias Digitais