Semutran encerra “Maio Amarelo” com mais de 1,6 mil alunos atendidos no Centro Vivencial de Trânsito

Maio foi o mês dedicado à prevenção de acidentes de trânsito e, por meio da campanha “Maio Amarelo”, órgãos públicos, junto à sociedade civil, se mobilizaram para conscientizar motoristas e pedestres sobre a importância de reduzir os acidentes.

Em Botucatu, a Semutran realizou diversas ações de conscientização durante o mês de maio. Foram realizados mais de dez bloqueios educativos de trânsito; exposição sobre o tema da campanha “Maio Amarelo” em outdoors; mais de 1,6 mil alunos dos ensinos infantil, fundamental e médio passaram por atividades no Centro Vivencial de Trânsito “Engº Sergio Gonçalves”; quinze pessoas foram atendidas semanalmente no grupo de apoio para pessoas com medo de dirigir; e mais de 500 profissionais assistiram as palestras em empresas e receberam o apoio para multiplicar o “Maio Amarelo” dentro de várias empresas e instituições de Botucatu.

O “Maio Amarelo” foi criado em 2011 com a assinatura do Decreto da Década de Ação para a Segurança no Trânsito, pela Organização das Nações Unidas. O documento é uma referência mundial de ações para reduzir pela metade o número de vítimas fatais durante esta década.

De acordo com dados da Campanha “Maio Amarelo”, no Brasil mais de três mil pessoas morrem por dia em estradas e ruas do País, sendo que os acidentes de trânsito são a principal causa de morte entre jovens de 15 a 29 anos.