Prefeitura consegue aditamento do projeto de adequação do Parque Cachoeira da Marta

Cidade
Prefeitura consegue aditamento do projeto de adequação do Parque Cachoeira da Marta 30 agosto 2017

 

Na tarde da última terça-feira, 29, o Prefeito Mário Pardini se reuniu com o Secretário-Adjunto de Justiça do Estado de São Paulo e presidente do Fundo de Interesses Difusos do Estado (FID), Luiz Madureira, para a assinatura do aditamento do projeto de adequação da infraestrutura do Parque Cachoeira da Marta.

Além de Pardini, o Deputado Estadual Fernando Cury também participou do encontro. A comitiva botucatuense contou com o Secretário do Verde, Márcio Piedade Vieira, o Secretário de Habitação, José Carlos Broto, o integrante da Associação Vale do Aracatu, Filipe Martins, a agrônoma municipal Irene Menezes e a responsável pela elaboração do projeto, Daniela Traficante.

“Nosso desejo é construir um centro de educação ambiental com sala audiovisual para comportar 40 visitantes, um estacionamento com capacidade para 44 carros de passeio, 4 ônibus e 6 motocicletas, além de reformar a trilha de acesso à cachoeira, com a colocação de guarda corpo de madeira, piso de madeira e outras condições de acessibilidade”, afirmou o Prefeito Mário Pardini.

O Parque da Cachoeira da Marta está fechado ao público desde 2010, quando a trilha foi prejudicada por causa da chuva. O projeto estava parado devido à licença do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), uma vez que foram encontrados supostos vestígios arqueológicos na região do parque.

Durante a reunião, foi autorizada a prorrogação do prazo da obra por mais 24 meses, para que Botucatu pudesse utilizar R$ 1,6 milhão já liberado para a adequação do Parque Natural.

“A reestruturação do Parque era um desejo antigo do Município. Tive receio de perdermos o dinheiro e por isso, desde o início do ano, estamos correndo para conseguir o prolongamento do convênio. Fico muito feliz em saber que agora poderemos dar prosseguimento nesta obra”, explicou o Secretário do Verde, Márcio Piedade Vieira.

O próximo passo para a realização da obra é a conquista de uma licença junto a Cetesb, o que deve ocorrer já na próxima semana. Com todas as autorizações, a Prefeitura poderá abrir uma licitação para contratar a empresa que executará a obra.

“O mais importante desta obra é Botucatu enxergar o potencial para o desenvolvimento econômico-turístico da cidade. Nós temos três unidades de conservação, mas a Marta é o único parque que tem cachoeira. Com o centro receptivo, vamos conseguir desenvolver o turismo e trazer renda para a cidade”, citou Filipe Martins Associação Vale do Aracatu.

O Parque Natural Municipal Cachoeira da Marta tem aproximadamente 17 hectares de mata nativa e cachoeira com 40 metros de queda d’água.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
Oferecimento