Prefeito assina contrato com empresas do transporte coletivo

Cidade
Prefeito assina contrato com empresas do transporte coletivo 11 novembro 2011

A assinatura do contrato com as duas empresas que irão explorar o transporte coletivo urbano de Botucatu foi concretizada na manhã desta sexta-feira, no Auditório Cyro Pires, localizado nas dependências do prédio da Prefeitura. Na solenidade estiveram o prefeito João Cury Neto, os representantes das duas empresas que venceram a licitação para os dois lotes, imprensa e secretários de Governo.

Com a consolidação da assinatura do contrato, o lote 1 (amarelo), contempla os bairros, terá 24 linhas e prevê em sua operação 27 ônibus da empresa Stadtbus Transportes Ltda., da cidade de Santa Cruz do Sul (RS), que ofereceu 7,11% sobre o faturamento bruto mensal da outorga. O lote 2 (azul), que abrangerá a Cohab, Unesp, Rodoviária, Rubião Júnior e Monte Mor, totaliza 19 linhas e 26 veículos para operação que será feita pela Auto Ônibus Botucatu Ltda., cuja proposta foi de 4,87% sobre a outorga.

Com esses índices previstos em cima da concessão, a Secretaria Municipal de Transporte (Semutran) calcula que uma receita média entre R$ 60 a R$ 70 mil possa ser direcionada ao Fundo de Apoio ao Transporte Coletivo (FATC). Esses recursos deverão ser aplicados no próprio sistema com aquisição de novas tecnologias para aprimorar a fiscalização e investimentos, como por exemplo, a viabilização de mais coberturas de abrigos de ônibus e construção de terminais, aquisição de câmeras e fiscalização do sistema através de GPS.

Quem irá gerir esses recursos será Comissão Municipal do Transporte Coletivo (CMTC), criada pela Lei Complementar 782, de agosto de 2010, tem papel consultivo e de assessoramento com a finalidade de participar da gestão e fiscalização do sistema de Transporte Coletivo, podendo emitir relatórios e pareceres sobre o cumprimento da legislação.

“Nossa intenção é que os problemas e soluções do sistema de Transporte Coletivo sejam mais bem discutidos e por um número maior de pessoas envolvidas, incluindo os próprios usuários. Esse diálogo entre Poder Público, população e as empresas que irão operar na Cidade é vital para que o serviço mantenha um padrão de qualidade, sempre atento aos pontos que podem ser aperfeiçoados”, ressalta o secretário municipal de Transporte, Vicente Ferraudo, lembrando que, atualmente o sistema de transporte coletivo de Botucatu recebe diariamente cerca de 27 mil passageiros.

A Comissão conta com 13 representantes de diferentes esferas da sociedade civil: cinco usuários do transporte público de cada região de Botucatu; um dos estudantes; um das pessoas com deficiência; um dos idosos; um das duas empresas que irão dividir a operação do serviço de transporte coletivo público, bem como um representante dos funcionários destas respectivas empresas; e um do Poder Público.

A formação de uma nova Comissão veio de encontro com a finalização da Concorrência Pública nº 005/10, iniciada em outubro de 2010, que prevê a contratação de duas empresas para concessão da exploração e prestação do serviço de transporte coletivo no Município, cujo contrato foi assinado.

Compartilhe esta notícia
Oferecimento
BERIMBAU INST DESK
FREIRE MOTOS
Oferecimento

Veja também

Oferecimento
VISTORI
SHOPPING INSTITUCIONAL
INSTITUCIONAL ELO
EXAME TOXICOLOGICO