Parque da Cascata da Marta recebeu 1,2 mil pessoas na primeira semana de trilha aberta

Na primeira semana de abertura de uma das três novas trilhas do Parque Natural Municipal da Cascata da Marta, a presença de banhistas e turistas foi numerosa. Segundo a Secretaria Municipal do Verde, aproximadamente 1,2 mil pessoas aproveitaram para conhecer o local e se refrescar na última semana.

A trilha que leva diretamente à cachoeira já está pronta. Ela foi produzida com piso intertravado em seu início e com madeira no trajeto de chegada à piscina natural formada pela cachoeira. Ao todo, são 500 metros de descida/subida, com altimetria de 23 metros, que estão abertos de terça-feira a domingo, das 9 às 17 horas.

“Tivemos um bom número de visitantes nessa primeira semana de abertura e continuamos pedindo a todos que por aqui passarem, que nos ajudem na preservação deste ambiente. São ações simples que vão desde o respeitar o horário de funcionamento do parque a levar embora o lixo produzido, e assim vão nos ajudar a manter este local bonito e agradável a todos”, afirma o Secretário Municipal do Verde, Márcio Piedade Vieira.

A Guarda Civil Municipal tem realizado rondas no local de maneira recorrente, a fim de evitar a ocorrência de quaisquer atividades ilícitas ou que possam colocar em risco a integridade dos banhistas.
Em toda a extensão do Parque Natural Municipal da Cascata da Marta, é proibido o consumo de bebidas alcoólicas e cigarros. Animais domésticos também não devem sem ser levados ao local.
Cada visitante ficará responsável pela destinação do lixo que produzir, já que as trilhas do local não terão lixeiras. Todas as medidas são necessárias para que não haja alteração no ambiente e também na vida dos animais presentes no local.
O Parque
O Parque da Cachoeira da Marta terá também um centro de educação ambiental com sala audiovisual para comportar 40 visitantes, além de outras duas trilhas com mirantes. Elas terão 250 e 450 metros de extensão, respectivamente, e serão acessíveis a pessoas com necessidades especiais e cadeirantes. O piso será intertravado, com pequeno grau de inclinação favorecendo a locomoção, com paradas de descanso e mirante com vista panorâmica do Parque e da vegetação.
A liberação dessas instalações do Parque depende ainda do aval do Fundo de Interesses Difusos, da Secretaria Estadual de Justiça.