Licitação para construção de represa em Botucatu é adiada para abril

Arquivo Acontece Botucatu

A abertura dos envelopes para a licitação da represa do Rio Pardo, em Botucatu, mudou de data. Anteriormente prevista para ocorrer nesta terça-feira, dia 19, ela foi postergada para o dia 04 de abril, às 9h30.

Segundo apurou o Acontece Botucatu, o motivo foi uma solicitação do mercado para melhor apresentação das propostas. Sabesp julgou prudente acatar, mesmo posicionamento tomado pelo Prefeito de Botucatu Mário Pardini.

Em resumo, as empresas que querem participar do certame licitatório pediram mais prazo em função da complexidade do projeto e das exigências técnicas.  Vale lembrar que o edital de licitação foi publicado no Diário Oficial do Estado de São Paulo no dia 15 de fevereiro.

Execução das obras

Essa etapa irá definir a empresa que irá executar a obra, seguindo o cronograma do projeto, pelo menor preço. A licitação ficou a cargo da Sabesp, que no dia 12 de fevereiro oficializou o aditivo que inseriu a obra dentro do contrato em Botucatu. O processo licitatório deve durar aproximadamente 4 meses, segundo divulgado pela Sabesp.

A construção da barragem de água está orçada em aproximadamente R$ 50 milhões e as desapropriações de terra giram na casa dos R$ 7 milhões. Esses valores serão assumidos pela Sabesp.

O objetivo é construir uma barragem em uma área na região da cachoeira Véu de Noiva, um dos locais públicos mais acessados de Botucatu. O complexo recebe as águas do Rio Pardo, que abastece a maior parte de Botucatu e região.