Jovem botucatuense produz casinhas de papelão para cães de rua enfrentarem o inverno

 

Arquivo Pessoal – Pedro Torel

Botucatu é uma cidade famosa pelo seu clima um pouco mais frio do que as vizinhas da região. Frio esse que se intensifica a medida em que o inverno também se intensifica e como a estação mais gelada do ano vai até setembro, existe uma fatia de seres encantadores que sofrem com isso: os cães e gatos de rua. Pensando nisso, o jovem Pedro Torel, de Botucatu, iniciou na tarde da última quarta-feira, uma ação onde produz casinhas de papelão para os animais e coloca em pontos da cidade.

A ação ainda é embrionária e deve crescer a medida em que receber apoio de outras pessoas, mas consiste em utilizar caixas de papelão de tamanho médio ou grande, envernizá-las por fora para que sejam resistentes à chuva, cobrir seu interior com jornais, que são excelentes isolantes térmicos e instalá-las em locais públicos, com um pote de água e ração, contando sempre com a colaboração das pessoas na manutenção e preservação das mesmas.

 

A ideia do jovem agora é ampliar sua produção e espalhar ainda mais casinhas pela cidade. “Ontem consegui colocar uma no Parque Municipal e uma na Praça da Igreja do Bairro, mas o objetivo é colocar mais casinhas pela cidade a medida em que eu for fazendo. É muito fácil e leva cerca de 20 minutos pra ficar pronta”, comenta Pedro, que prometeu postar um vídeo em seu perfil do Facebook para ensinar a produção.

A postagem feita por ele fez sucesso e já teve mais de 300 compartilhamentos no Facebook (número expressivo para Botucatu). Pedro espera agora que uma corrente de boas ações possa surgir com a ação. “Quem puder ajudar, vai fazer a diferença. Meu pedido é para que se alguém ver uma casinha, que complete com água ou ração, caso esteja faltando. Se cada um fizer um pouco, esse pouco vira um monte”, completou.

Perfil do Facebook: https://www.facebook.com/pedropaulotorel