Isolamento social em Botucatu foi de 51%, segundo a última informação de sistema de monitoramento

Números do isolamento em Botucatu

Registro feito no centro de Botucatu. Foto Acontece Botucatu

O Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do Governo de São Paulo mostra que o percentual de isolamento social em Botucatu foi de 51% nesta segunda-feira (20). Esse foi o mesmo número na média do estado.

O número em Botucatu, segundo essa medição, chegou a 61% no último domingo, dia 19. Já no dia 14, aniversário da cidade, foi registrado 60%. Esse número deve aumentar nas estatísticas que serão divulgadas amanhã, por conta do feriado nacional de Tiradentes.

A cidade sofreu medidas restritivas, especialmente no comércio desde o início da pandemia. Há um movimento de comerciantes para a flexibilização da abertura, como já noticiado pelo Acontece Botucatu, embora exista um decreto estadual em vigência que tecnicamente inviabiliza qualquer medida no âmbito municipal.

A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social. Com isso, é possível apontar em quais regiões a adesão à quarentena é maior e em quais as campanhas de conscientização precisam ser intensificadas, inclusive com apoio das prefeituras.

No momento, há acesso a dados referentes a 104 cidades maiores de 70 mil habitantes, que podem ser consultados e estão também disponibilizados em gráficos no site https://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/isolamento. O sistema é atualizado diariamente para incluir informações de municípios.

O SIMI-SP é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Governo de São Paulo possa consultar informações agregadas sobre deslocamento no estado.

As informações são aglutinadas e anonimizadas sem desrespeitar a privacidade de cada usuário. Os dados de georreferenciamento servem para aprimorar as medidas de isolamento social para enfrentamento ao coronavírus.

Veja abaixo o mapa de monitoramento de Botucatu desde o início de março